Aljustrel

Câmara de Aljustrel entregou providência cautelar para reverter encerramento dos CTT

Publicado em Regional 25 outubro, 2018

A Câmara Municipal de Aljustrel, no distrito de Beja, interpôs uma providência cautelar para travar o encerramento da estação dos CTT nesta localidade, depois do serviço ter passado a posto de correio gerido por um privado. na passada semana.

Nesse sentido, esta autarquia alentejana pretende reverter o processo nos tribunais alegando que a recente alteração coloca em causa o contrato de concessão deste serviço.

Assim, Aljustrel é o primeiro município alentejano a tomar tal medida perante a vaga de encerramentos a verificarem-se ou a serem programados na região, que segundo o autarca Nelson Brito em declarações à comunicação social espelha "absoluta discordância com este processo" da administração dos CTT.

Uma posição já manifestada por ofício ao primeiro-ministro, ao presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses e à Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo, depois desta autarquia ver confirmados os "rumores" desta medida, a 15 de outubro, em reunião com o director de Gestão de Parceiros Sul dos CTT.

Note-se que até à referida reunião não foi encetado nenhum contacto com a autarquia de Aljustrel perante tal decisão, motivo polo qual o edil afirma que "é também violadora dos compromissos firmados por esta empresa com as associações nacionais de freguesias e vertidos no próprio acordo de concessão entre os CTT e o Estado Português", disse.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Julho 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31