26 Set. 2022
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00

Portalegre

Câmara de Portalegre assina protocolo com a ULSNA para cedência de habitação para alojar pessoal médico

Regional Escrito por  28 Fev. 2020

Foi assinado no dia 28 de fevereiro, um contrato programa para atribuição de apoio não financeiro. entre o Município de Portalegre e a Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano, E.P.E., para atribuição, a título de empréstimo, de uma habitação destinada a alojamento de pessoal médico que ingresse no Hospital Dr. José Maria Grande, para desempenho da sua atividade laboral.

A atribuição, por um período máximo de dois anos, de uma casa para instalação de pessoal médico, é claramente assumida como uma forma de discriminação positiva para atrair e fixar jovens médicos no território, garantindo o acesso à saúde por parte dos nossos dos doentes/utentes e das suas famílias, tendo esta opção sido aprovada por unanimidade em reunião de executivo, no passado dia 28 de novembro de 2018.

Desde então, e a par de inúmeras reuniões para analisar os problemas e debater propostas de melhoria dos serviços de saúde no distrito, a Câmara Municipal de Portalegre tem envidado todos os esforços para conseguir concretizar esta intenção, que visa proporcionar às comunidades o justo acesso a diferentes especialidades e áreas da medicina,estimulando a dinamização dos serviços clínicos.

Reconhecendo que ninguém pode ficar indiferente à dimensão que este problema está a assumir, dada a situação crítica que se vive em Portalegre e no Alto Alentejo, em termos de acesso à saúde e da recorrente falta de especialistas em diferentes áreas, e tendo em conta o inequívoco interesse público desta matéria, a Câmara Municipal de Portalegre estabeleceu este protocolo com a ULSNA, como uma forma de dar o seu contributo para a criação e promoção de melhores condições de fixação de profissionais de saúde na nossa terra, com o consequente aumento e manutenção da qualidade e capacidade de resposta dos serviços prestados à nossa comunidade.

Há muito que a absoluta necessidade de fixar jovens médicos e especialistas em algumas zonas carenciadas do país, como o Alentejo, vem sendo debatida, sem que se verifique uma inversão no quadro da oferta de serviços de saúde a uma população estruturalmente fragilizada e muito envelhecida. Inclusivamente, a Ordem dos Médicos tem sugerido novas fórmulas de incentivos, aproveitando os que já existem e acrescentando mais alguns, como mais benefícios fiscais ou o aumento do número de dias de férias, o que também não teve quaisquer consequências ao nível da situação que se vive na saúde em Portalegre.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30