11 Ago. 2022
Nuno Rocha
Ponto de Contacto
11:00-13:00

Evora

Câmara Municipal de Évora com “aperto de tesouraria em novembro, até receber o IMI”, diz Carlos Pinto Sá (c/som)

Regional Escrito por  03 Dez. 2021

A Rádio Campanário entrevistou o Presidente da Câmara Municipal de Évora, Carlos Pinto Sá, que questionado sobre a atual condição financeira da autarquia, explicou que fruto de uma “alteração” a partir da qual “o IMI passou a ser entregue aos municípios um mês mais tarde” o município passou por um “aperto de tesouraria em novembro”.

“Nós elaborámos um plano de saneamento financeiro, que vem sendo aplicado já há uns anos a esta parte”, começou por explicar o autarca, “que foi negociado com entidades bancárias e temos que cumprir esses compromissos bancários, em determinados meses”.

Assim, “aquilo que fizemos na altura foi ajustar os principais pagamentos de parte dos empréstimos e também dos juros aos meses em que a Câmara recebia o IMI”, isto “para que em termos de tesouraria a coisa fosse mais facilitada”.

Porém, “há dois anos, houve uma alteração e o IMI passou a ser entregue aos municípios um mês mais tarde”, sendo que “também começou a ser cobrado um mês mais tarde”.

Isto “significa que nós tínhamos esses pagamentos para novembro, que era quando recebíamos o IMI e agora temos o compromisso em novembro, mas só recebemos o IMI em dezembro”, refere Carlos Pinto Sá.

Desta forma, “tivemos algum aperto de tesouraria em novembro, que agora será resolvido em dezembro, quando o IMI entrar”, explica o autarca.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31