Campo Maior

Campo Maior: GNR recorre a disparos de advertência após familiares de suspeito cercarem centro de saúde para o resgatarem

Regional 20 Jan. 2020

A ação da Guarda Nacional Republicana para travar um homem que assaltava um supermercado, no passado sábado, terminou com a GNR a disparar para evitar que os familiares e amigos do suspeito invadissem o centro de saúde de Campo Maior.

O suspeito terá alegadamente furtado artigos num supermercado de Campo Maior, tendo sido acionada a patrulha da GNR, quando os militares chegaram o suspetio já havia fugido, no entanto, foi possível identificá-lo no Bairro de S. Sebastião.

Os militares deslocaram-se ao referido bairro, tendo o homem encetado fuga, obrigando os militares a persegui-lo.

Após a detenção, o suspeito tentou esconder os objetos furtados, recusou identificar-se e resistiu à detenção, obrigando a GNR a recorrer à força física.

O homem com 35 anos e já referenciado por crimes identicos, terá caído durante a detenção, o que obrigou a GNR a deslocar-se com o suspeito ao centro de saúde.

Foi então junto ao centro de saúde de Campo Maior que dezenas de familiares e amigos do suspeito cercaram o local com o objetivo de resgatar o suspetio, tendo a GNR recorrido a disparos de advertência para garantir a segurança de funcionários e o utentes do centro de saúde.

Após os disparos a multidão dispersou, tendo o suspeito recebido a assistência. O homem foi constituido arguido e colocado em liberdade, sendo o processo remetido ao Tribunal de Elvas.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Fevereiro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29