Alentejo

Censos 2021: Região Alentejo foi a que mais perdeu população em 10 anos

Regional 28 Jul. 2021

O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou esta quarta-feira, tal como tinha anunciado, os resultados preliminares do recenseamento geral da população.

Menos de 4 meses após o momento censitário, dando cumprimento à estratégia de difusão prevista no Programa de Ação para os Censos 2021, os Resultados Preliminares dos Censos 2021 revelam que a população residente em Portugal é 10 347 892 conforme é referido na página oficial do INE.

Na última década Portugal regista um decréscimo populacional de 2,0% e acentua o padrão de litoralização e concentração da população junto da capital. O Algarve e a Área Metropolitana de Lisboa são as únicas regiões que registam um crescimento da população, sendo o Alentejo aquela que regista o decréscimo mais expressivo, nomeadamente com um decréscimo de 6,9%.

Segue-se a Região Autónoma da Madeira com -6,2%, mas também o Centro e os Açores com menos cerca de 4% e o Norte (-2,4%).

Portugal registou um ligeiro crescimento do número de edifícios e de alojamentos destinados à habitação, embora num ritmo bastante inferior ao verificado em décadas anteriores.

Os primeiros resultados dos Censos 2021 têm um carácter preliminar, na medida em que são baseados em contagens resultantes do processo de recolha (edifícios, alojamentos, agregados e indivídiuos) e divulgados antes do processo final de tratamento e validação da informação recolhida, os quais fornecendo facilidade e rapidez no acesso destinam-se essencialmente a antecipar as necessidades dos utilizadores. 

Os Resultados Preliminares estão disponíveis até ao nível geográfico de freguesia e acessíveis na Plataforma de Divulgação dos Censos 2021 – Resultados Preliminares, disponível em censos.ine.pt. 

Fonte: INE


 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30