25 Jan. 2021
Augusta Serrano;
Fadistices
20:00-21:00
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

Portalegre

Centenário Plátano de Portalegre é a Árvore do Ano

Centenário Plátano de Portalegre é a Árvore do Ano Foto: C.M. Portalegre
Regional 26 Nov. 2020

Centenário Plátano de Portalegre é a Árvore do Ano

O plátano do Rossio de Portalegre é a árvore portuguesa de 2021. Com 2401 votos, acabou de vencer a votação online Árvore Portuguesa do Ano 2021 e representará Portugal no concurso Árvore Europeia do Ano. Plantado em 1838, este plátano de porte majestoso guarda muitas das memórias da cidade.

Neste concurso, ficou em segundo lugar a oliveira do Mouchão, em Mouriscas, no concelho de Abrantes (com 2213 votos), em terceiro lugar, está uma Schotia do Jardim Botânico da Ajuda, em Lisboa (com 1883 votos).

Ao todo, foram registados 13.750 votos. O concurso é organizado a nível nacional pela da União da Floresta Mediterrânica – UNAC e a nível europeu pela Associação de Parceria Ambiental (EPA).

“Julgo que é um enorme orgulho para toda a população de Portalegre”, reage à vitória do plátano João Nuno Cardoso, vice-presidente e vereador do ambiente da Câmara Municipal de Portalegre, que propôs a árvore a este concurso. “Todos sentimos o plátano como uma parte de nós.”

O plátano do Rossio de Portalegre foi plantado em 1838 – tem agora 182 anos – pelo médico e botânico José Maria Grande. “Foi plantado numa zona da cidade que, na altura, não seria assim tão central”, conta João Nuno Cardoso. Hoje, já não é bem assim. O local onde se situa é uma referência em Portalegre e a árvore guarda uma série de histórias da cidade.

Ao nível da copa e do perímetro do tronco, este é considerado o maior plátano da Península Ibérica. “Segundo informação sobre os que estão referenciados junto das entidades competentes – ou seja, dos conhecidos e já medidos –, em termos de volume/diâmetro de copa, perímetro de tronco e dos da sua espécie, é o maior da Península Ibérica”, refere Ana Santos, técnica superior da Divisão de Ordenamento, Planeamento e Gestão Urbanística do Município de Portalegre.

Este plátano (de seu nome científico Platanus hybrida) tem um porte majestoso: 23 metros de comprimento, sete metros de perímetro de tronco e 37 metros de diâmetro de copa. “É uma árvore imponente que estende os seus braços para os dois lados da avenida [da Liberdade, onde se localiza]”, descreve João Nuno Cardoso. “Quem chega a Portalegre não consegue não ver uma árvore com aquela dimensão.”

 

(Fonte: Público)

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Janeiro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31