Sines

Central a carvão de Sines encerra até 2023

Central a carvão de Sines encerra até 2023 expresso
Regional 29 Jan. 2020

As preocupações ambientais e a aposta em nas energias verdes, são cada vez mais uma realidade.

António Costa, primeiro ministro de Portugal, durante a visita às obras de construção do Sistema Eletroprodutor do Tâmega, refere que o encerramento das últimas duas centrais a carvão do país (Pego e Sines), depende da entrada em funcionamento das novas barragens no norte de Portugal.

O primeiro ministro, citado pelo Eco, refere que “Fixámos o objetivo e o calendário de desativação durante esta legislatura das duas centrais a carvão que ainda utilizamos. Fizemos depender o encerramento da última central a carvão [Sines, da EDP] da conclusão e entrada em funcionamento deste centro eletroprodutor. Para o ano encerraremos já a central do Pego, mas só em 2023 encerraremos a de Sines, porque só aí podemos contar para a segurança energética do país com o pleno funcionamento do complexo do Tâmega”.

O Sistema Eletroprodutor do Tâmega, cujas obras estarão concluídas até 2023, representa um investimento total 1.500 milhões de euros. Com os seus 1.158 MW, aumentará em 6% a potência instalada em Portugal.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Fevereiro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29