Reguengos de Monsaraz

Centro Náutico de Monsaraz recebe fórum internacional com conferências, atividades culturais e desportivas

Regional Escrito por  22 Mar. 2021

A água e a sustentabilidade são os pontos principais a serem discutidos no WATER World Forum For Life, evento internacional agendado para as margens do Alqueva, em Reguengos de Monsaraz, no início de junho, com conferências e atividades culturais e desportivas.

A iniciativa é promovida pela Câmara de Reguengos de Monsaraz, e organizado pela empresa The Race, e vai ter lugar no Centro Náutico de Monsaraz, com “formato híbrido”, ou seja, presencial e com a transmissão ‘online’ de conteúdos, devido à pandemia de covid-19.

O presidente da câmara, José Calixto. Adiantou à Agência Lusa que se trata de um evento multifacetado”, com diversas componentes, e “só temos pena de ainda não poder haver maior interação com quem quer participar, por questões de saúde pública”.

O Com o Alqueva, o maior lago artificial da Europa, como “palco”, o WATER World Forum for Life tem como “ponto de partida a água enquanto fonte da vida” e vai abordar temas “prementes da sustentabilidade ambiental e alertar para uma das maiores ameaças do século XXI”, segundo a organização.

Este evento surge um pouco como consequência da estratégia das Nações Unidas”, que definiu a Década Internacional para a Ação: Água para o Desenvolvimento Sustentável 2018-2028, e que “contém preocupações sobre a sustentabilidade do planeta e a boa gestão dos recursos hídricos”, suscitando “até questões de falta de acesso à água para consumo humano”, sublinhou José Calixto.

Ao longo de três dias, neste certame no Alentejo, que conta com financiamento comunitário, vão ser discutidas políticas de sustentabilidade ambiental e boas práticas na preservação do ambiente e soluções energeticamente eficientes, para sensibilizar o público e empresas.

Um espaço de ‘glamping’ na praia de Monsaraz, concertos e, em pleno Alqueva, desportos aquáticos sem combustível fóssil, como pranchas que deslizam sobre a água com motor elétrico, e espetáculos noturnos de multimédia, que juntam luz, projeções de vídeo numa cortina de água, música e ‘drones’, vão ser outros dos atrativos do WATER World Forum for Life.

Optando por divulgar o evento, precisamente, no Dia Mundial da Água, que se assinala hoje, o presidente do município alentejano realçou que “as preocupações” com os recursos hídricos devem estar na “ordem do dia”, não só devido às alterações climáticas, mas atendendo a cinco indicadores já divulgados pela Organização das Nações Unidas (ONU).

São cinco números que estão na base desta preocupação da ONU”, disse, começando por dois deles: “Há 2,1 mil milhões de pessoas que não têm acesso seguro a água potável e 4,5 mil milhões de pessoas que não têm acesso seguro a serviços de saneamento, ou seja, em que o ciclo urbano da água não se completa”.

A par disso, “a escassez da água já afeta quatro em cada 10 pessoas no mundo, 90% de todos os desastres naturais estão relacionados com a água e 80% da água usada regressa ao ecossistema sem ser devidamente tratada ou reutilizada”, disse.


 


 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31