Montemor o Novo

Cinco anos de prisão para ex-chefe da tesouraria do município de Montemor-o-Novo por desvio de mais de 277 mil euros

Publicado em Regional 03 maio, 2018

O Tribunal de Évora condenou o ex-funcionário do município de Montemor-o-Novo a cinco anos de prisão, com pena suspensa, pelos crimes de peculato e falsificação, tendo também sido determinado o pagamento de uma indeminização à autarquia do valor desviado, 277.800 euros.

Ao que foi possível apurar, Custódio Quintal, de 53 anos, era chefe da tesouraria do município há 15 anos, e viu os factos pelo qual estava acusado serem dados como provados pelo Coletivo de Juízes.

Em tribunal foi provado que o ex-funcionário público, que tinha a responsabilidade de fazer os depósitos de valores na conta bancária da autarquia, passou a depositar os valores em contas próprias, falsificando as guias de depósito, onde rasurava o seu nome e colocava o da autarquia.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Maio 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31