28 Fev. 2021
Augusta Serrano
O poder da palavra
10:30-12:00
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

Monforte

CM de Monforte recusa petição para retirar nome de Malato de Praça. “Não alimento ódios que nada têm a ver com o Alentejo”, diz Apresentador

Regional 22 Fev. 2021

Tal como a Rádio Campanário noticiou os comentários efetuados pelo apresentador José Carlos Malato :"O Alentejo é uma vergonha. Gente sem memória! Sou lisboeta, a partir de hoje”,  na sua conta de Instagram no dia de 25 janeiro, comentando o inesperado resultado de André Ventura nas eleições presidenciais fez crescer um sentimento de revolta nos alentejanos  que deram origem a vários comentários enfurecidos nas redes sociais e culminou numa petição dirigida ao presidente da Câmara Municipal de Monforte para "pedir a alteração da Praça que contém o seu nome, em Monforte".

João Barnabé, o impulsionador desta petição revelou já esta noite, na sua página pessoal de facebook que a mesma foi recusada pelo Município de Monforte referindo "Lamentavelmente, mas como já era de esperar, a Petição que levei a cabo com o intuito de anular a homenagem feita ao cidadão José Malato foi recusada "As pessoas são humanas, com qualidades e defeitos e todos estamos sujeitos ao erro; - Não se pode julgar uma pessoa por um ato isolado, fruto de um impulso vomitado em triste e nada democrático comentário para as redes sociais, e muito menos possa merecer do Executivo uma reação igualmente populista que leve à alteração de um topónimo, seja ele qual for; - Recordar que no início de 2019 tivemos um episódio semelhante, onde também o Executivo não se envolveu, nem cedeu; - As Instituições Públicas num Estado de Direito Democrático têm nas suas competências a obrigação da tolerância e construção de pontes e soluções e não de fraturas da sociedade; - Não aceitar e manifestar-se absolutamente contra comentários com ofensas ao nome das pessoas, sejam elas de que cor, cultura, religião e género forem; Nestes termos, a Câmara deliberou, por unanimidade, não dar provimento à petição pública em título, mantendo e respeitando a decisão igualmente fundamentada e democraticamente tomada pelo Executivo Municipal em 2004/2005"."

 


Recentemente, José Carlos Malato, questionado pela TV Mais sobre esta polémica, o apresentador respondeu “Não alimento ódios que nada têm a ver com o Alentejo”, disse, referindo que não se deixa levar pelo medo: “Todos estamos sujeitos ao ódio, especialmente as minorias. Cada vez mais, infelizmente. Temos de viver com isso. Resistir e não alimentar. O futuro vai dar-nos razão. Quero estar do lado certo da história”. 

O apresentador referiu ainda que "já vendeu o monte que tinha em Monforte e de que não usufruía muito."

Foto:N-TV
 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Fevereiro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28