Alentejo

Concelhos do Alentejo Central são dos que mais subiram preços das rendas!

Regional Escrito por  01 Out. 2022

No segundo trimestre de 2022 as rendas aumentaram.

De acordoc om os dados avançados pelo INE- Instituto Nacional de Estatística, no 2º trimestre de 2022 a renda mediana dos 21 005 novos contratos de arrendamento em Portugal atingiu 6,55 €/m2 . Este valor representa um crescimento homólogo de +8,6%, superior ao observado no trimestre anterior (+6,4%).

O número de novos contratos de arrendamento também registou um aumento face ao 2º trimestre de 2021 (+2,1%). Face ao 2º trimestre de 2021, a renda mediana aumentou em todas as sub-regiões NUTS III.

As rendas mais elevadas registaram-se na Área Metropolitana de Lisboa (9,95 €/m2 ), Algarve (7,41 €/m2 ), Região Autónoma da Madeira (7,35 €/m2 ) e Área Metropolitana do Porto (7,06 €/m2 ) e, com exceção do Algarve, estas subregiões apresentaram também crescimentos homólogos superiores ao do país.

Em comparação com o trimestre anterior, no segundo trimestre deste ano a renda mediana aumentou em 23 das 25 sub-regiões NUTS III, tendo decrescido apenas nas sub-regiões do Alto Alentejo (-4,3%) e do Douro (-2,5%).

O maior acréscimo foi registado no Alentejo Central (+12,0%), seguindo-se, igualmente com valores acima de 10%, o Alentejo Litoral (+11,1%) e o Alto Tâmega (+10,2%

Fonte: INE

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Novembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30