29 Nov. 2021
Nuno Rocha
Ponto de Contacto
11:00-13:00
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 64

Mora

COVID-19: Casos em Mora aumentam e Pres. da Câmara admite "muitos prejuízos" para o comércio local

Regional 16 Ago. 2020

O Presidente da Câmara Municipal de Mora divulgou à Agência Lusa que o número de pessoas infetadas no concelho subiu para 36, mais três nas últimas 24 horas. Luís Simão referiu ainda que continuam três pessoas com COVID-19 internadas no Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE), uma delas na Unidade de Cuidados Intensivos.

O autarca contou ainda à Agência Lusa que, ao longo da última semana,  cafés, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais foram encerrando, com a população confinada em casa, por precaução. "As ruas da vila estão praticamente desertas. Ontem [sábado] fui à câmara e só encontrei a bomba de gasolina aberta", contou Luís Simão à Lusa, admitindo "muitos prejuízos" para o comércio local.

Luís Simão lembrou ainda que nsta altura do ano, os restaurantes costumavam estar "sempre cheios à hora de almoço", contando que o surto veio fechar os estabelecimentos, havendo casos de proprietários e funcionários infetados

De acordo com o edil, os testes vão continuar a ser feitos à população nas instalações da Casa do Povo da vila, estando previstos para este domingo cerca de 30, depois de 46 realizados no sábado.

O surto na vila de Mora surgiu há precisamente uma semana, no dia 9 deste mês, quando foram confirmados os primeiros três casos positivos na comunidade, número que foi subindo, todos os dias, à medida que foram sendo testados os contactos de pessoas infetadas.

 

 

 

 

O número de casos confirmados de covid-19 subiu para 36, até à meia-noite de sábado, na vila alentejana de Mora, onde as ruas continuam "desertas" e os cafés e restaurantes fechados, segundo o presidente da câmara.

Uma semana após a deteção do surto de covid-19 na comunidade local, as autoridades de saúde reportaram a confirmação de 36 casos positivos (mais três do que no sábado de manhã) com três pessoas a continuarem hospitalizadas, incluindo uma em cuidados intensivos, disse hoje o presidente do município de Mora (distrito de Évora), Luís Simão, à agência Lusa.

PUB

A câmara ativou o Plano Municipal de Emergência para lidar com este surto e fechou, no início da semana passada, os serviços de atendimento ao público e outros equipamentos, como a Oficina da Criança, a Casa da Cultura, o Centro de Atividades de Tempos Livres e instalações desportivas.

Ao longo da última semana, segundo o relato do autarca local, foram fechando cafés, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais, com a população confinada em casa, por precaução.

"As ruas da vila estão praticamente desertas. Ontem [sábado] fui à câmara e só encontrei a bomba de gasolina aberta", contou Luís Simão à Lusa, admitindo "muitos prejuízos" para o comércio da terra, localizada junto à Estrada Nacional (EN) 2.

Nesta altura do ano, os restaurantes costumavam estar "sempre cheios à hora de almoço", lembrou o presidente da câmara, contando que o surto veio fechar os estabelecimentos, havendo casos de proprietários e funcionários infetados.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Novembro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30