Vila Vicosa

Cruz Vermelha de Vila Viçosa recebe refugiados do Sudão. Eduardo Almeida diz que ficarão por 18 meses (c/som)

Regional 16 Jan. 2019

Vila Viçosa recebeu na noite desta terça-feira, 15 de janeiro, uma família de refugiados oriundos do Sudão, provenientes do Acampamento Internacional da Cruz Vermelha, no Egipto.

Eduardo Almeida, presidente da Delegação de Vila Viçosa da Cruz Vermelha Portuguesa, adianta a esta estação emissora que se trata de uma mãe e cinco filhos, que permanecerão em Vila Viçosa por um período de 18 meses.

Trata-se de uma mãe “de meia idade”, uma filha que se encontra a concluir a licenciatura e os restantes quatro jovens “com idades dentro do ensino secundário”, que “continuarão os seus estudos em Portugal”.

Uma vez instalados em Vila Viçosa, será seguido “o regime burocrático no que respeita à regularização oficial de adquirirem o estatuto definitivo de refugiados em Portugal”, momento a partir do qual poderão ser encaixados no mercado de trabalho.

Tendo a Europa se disponibilizado para receber mais refugiados, a Cruz Vermelha Portuguesa recebe 23, 15 adultos e 8 crianças, provenientes do Sudão (09), do Sudão do Sul (11) e Síria (03), e que foram esta terça-feira distribuídos pelas delegações de Vila Viçosa, Elvas, Gondomar, Olhão e São João da Madeira.

A transferência ocorreu ao abrigo do Programa Voluntário de Reinstalação do Alto Comissariado das Nações Unidas (ACNUR).

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31