Borba

Cruz Vermelha faz diagnóstico da saúde mental das populações de Borba e Vila Viçosa, 6 meses após a derrocada da estrada M255

Publicado em Regional 13 junho, 2019

Quando um evento crítico afeta uma comunidade é importante compreender o impacto que a experiência tem na saúde mental das pessoas, não só no período de rescaldo, mas também quando se retorna à normalidade.

Assim, passados 6 meses do acidente do dia 19 de novembro de 2018, que consistiu no colapso de parte da Estrada Municipal 255, a Cruz Vermelha Portuguesa, através das suas Equipas Psicossociais, pode contribuir para esta avaliação junto da população de Vila Viçosa e de Borba.

É possível não só aferir a existência de consequências ao nível da saúde mental, bem como encaminhar para os serviços existentes na comunidade pessoas que possam necessitar de ajudar para lidar com os efeitos psicológicos do acidente que ainda possam persistir.

Neste sentido, a Cruz Vermelha Portuguesa, através da Delegação de Vila Viçosa em colaboração com a Delegação de Vila Nova de Gaia, vai realizar um Rastreio da Saúde Mental junto da população.

As equipas vão ser acompanhadas, por elementos Voluntários das Delegações da CVP de V. Viçosa e Borba.

A iniciativa vai decorrer nas quatro freguesias do Concelho de Vila Viçosa e nas quatro freguesias do Concelho de Borba, nos dias 15 e 16 de junho.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Julho 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31