NACIONAL

Desde 2014, PSP já destruiu cerca de 200 mil armas

Desde 2014, PSP já destruiu cerca de 200 mil armas Foto: Estela Silva/Lusa
Regional 10 Jul. 2020

Comemora-se hoje, dia 9 de julho, o Dia Internacional de Destruição de Armas, efeméride com a qual se pretende chamar a atenção do Mundo, dos media e dos cidadãos em geral para a problemática da necessidade do controlo de armas pelas autoridades públicas. Neste dia, diversas agências das Nações Unidas concretizam ações de destruição de armas – sob o lema “CADA ARMA DESTRUÍDA NÃO PODE MAIS SER USADA PARA MATAR, FERIR OU INTIMIDAR”.

A Polícia de Segurança Pública associa-se mais uma vez a este evento mundial, no âmbito das suas competências de controlo e supervisão de armas e munições, promovendo uma ação de destruição de mais 17.183 armas, no próximo dia 10 de julho, a partir das 10h30, na empresa Transucatas, no concelho da Maia.

Confirmada a sua inutilidade para a atividade operacional, formativa, cultural, museológica ou outra das forças de segurança, o Diretor Nacional da PSP determinou a sua adequada e preventiva destruição.

Entre 2014 e 2020, a PSP regista a destruição de quase 200 mil armas (total de 191.558, incluindo as que serão destruídas no dia 10 de julho):

Destruição de Armas

2014

2015

2016

2017

2018

2019

2020

TOTAL

TOTAL

26.192

27.350

21.944

26.473

37.351

35.065

17.183

191.558

As armas de fogo a destruir foram declaradas perdidas a favor do Estado, conforme previsto no Artigo 78.º do Regime Jurídico de Armas e Munições, no âmbito de processos-crime e processos de contraordenação ou administrativos (21.440 e 8.547, em 2019 e 2020, respetivamente) bem como no âmbito do processo de entrega voluntária de armas e ausência de procedimento sancionatório, previsto no Artigo 8.º da Lei n.º 50/2019, de 22 de setembro, que possibilitou, a entrega de 7.279 armas. Esta quantidade supera as 6.635 armas entregues em 2006, aquando do anterior processo de entregas voluntárias.

Aliado ao processo de entrega e destruição de armas, a PSP recebeu e promoveu a destruição de 18.198 Kg e 1.367 Kg de munições e cartuchos, em 2019 e 2020, respetivamente, o que totalizou quase 20 toneladas de munições e cartuchos destruídos (19.565 Kg).

A operação decorrerá na presença dos Senhores Diretor Nacional da PSP, Comandante em substituição do Comando Metropolitano do Porto da PSP e Presidente da Câmara Municipal da Maia, convidado para estar igualmente presente.

Estará igualmente presente um representante da ONU (Senhor Marco Teixeira, Oficial da PSP e Senior Crime Prevention and Criminal Justice Officer and Head of UNODC´s Doha Declaration Global Programme,) que acompanhará, simbolicamente, a presente ação tendo em conta a forte ligação da PSP com os programas desenvolvidos pela ONU relacionados com o controlo do tráfico ilícito de armas de fogo, controlo da violência e da criminalidade praticada por jovens com recurso a armas de fogo e promoção do Estado de Direito com o incentivo de desenvolvimento de programas de entregas voluntárias de armas.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31