Badajoz

Detido grupo criminoso de Badajoz que burlou empresas portuguesas

Regional 03 Jul. 2018

A Unidade Orgânica da Polícia Judicial da Guarda Civil de Badajoz e o Centro de Cooperação Policial e Aduaneira de Caia-Elvas, no âmbito da Operação Burlas, deteve 4 pessoas em Badajoz e identificou 2, por burlas a empresas de Espanha e Portugal.

Os detidos estão acusados de 30 burlas de compra e venda de veículos, com um valor pecuniários de cerca de 2 milhões de euros.

Um ano de investigação permitiu às autoridades demonstrar que o grupo adquiria veículos, utilizando falsificações de documentos públicos e bancários, burlando empresas e particulares.

Uma das vítimas de burla, foi uma empresa portuguesa que anunciava a compra e venda de veículos e maquinaria pesada, através da internet. Realizando o processo de compra através da internet, os burlões procediam à entrega pessoalmente e a troca do veículo, de um cheque falsificado.

Os inquéritos levados a cabo relacionaram a maior parte dos indivíduos deste grupo com os crimes, através das suas contas de email, dos telemóveis, cheques das contas bancárias, selos e veículos utilizados.

Buscas domiciliárias então realizadas revelaram numerosa documentação incriminatória, no que concerne à falsificação de cheques e contacto telefónico com as vítimas.

Os veículos terão sido vendidos em Espanha e Portugal, mas também exportados para países como Mali e os Emirados Árabes,

A investigação continua em aberto, visando a identificação de mais pessoas relacionadas com o grupo criminal, assim como a descoberta de novas burlas.

As acusações contra o grupo foram colocadas à disposição dos tribunais de instrução correspondentes.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31