22 outubro, 2018
 

Mourao

Dívida de Mourão estará “abaixo da linha vermelha até ao final do ano”, afirma secretário de Estado das Autarquias Locais (c/som)

Publicado em Regional 23 maio, 2018

O município de Mourão reduziu, em dois anos e meio, mais de 4 milhões de euros de divida, o que faz com que esta autarquia alentejana, “ao ritmo que tem vindo a amortizar” o passivo, fique abaixo da sua capacidade de endividamento “ao final deste ano”.

As palavras são do secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel, que falava em exclusivo à RC sobra a situação financeira de Mourão, relembrando que há cerca de dois anos e meio este município tinha “5 milhões de euros, para além daquilo que se podia endividar” e, atualmente, continua acima do limite, “mas em 800 mil euros”, esclareceu.

“Ao ritmo que tem vindo a amortizar a dívida, estou convencido que, se tudo correr bem, que no final deste ano estará abaixo da linha vermelha”, disse o governante sobre a situação financeira do município alentejano, reforçando que “o caminho não é aumentar o endividamento, é tentar a recuperá-lo durante o mandato”, algo que considera que o executivo mouranense “tem feito muito bem”.

Questionado sobre o que sucedeu na Câmara Municipal de Mourão para a redução do défice, Carlos Miguel destaca o “trabalho, esforço e compreensão”, sublinhando o milagre está em “encurtar as gorduras e em não se distraírem com foguetes”, ao qual acresce o trabalho em colaboração com a Assembleia Municipal, autarcas de Freguesia e funcionários municipais “muito atentos”.

Sobre as situações financeiras mais gravosas de alguns município alentejanos, o secretário de Estado afirma que, “excetuando um caso ou dois no pais, todos eles recuperaram muito”, e tal como Mourão, “ou já baixaram ou estão prestes a baixar da linha vermelha”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2018 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31