16 maio 2021
 
De novo às 6
18:00-20:00
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

Doentes dos hospitais de Portalegre e Elvas recebem "Beijinhos" na noite de Natal

Doentes dos hospitais de Portalegre e Elvas recebem "Beijinhos" na noite de Natal Foto: Jornal Alto Alentejo
Regional 23 Dez. 2020

A noite de Natal dos doentes internados nos hospitais de Portalegre e Elvas promete ser “mais doce” com a distribuição de bombons, para ajudar a “combater” a interdição das visitas dos familiares, devido à pandemia da COVID-19.

Os “Beijinhos”, como foram denominados os bombons que estão devidamente adaptados a cada circunstância do doente, foram confecionadas por um pasteleiro de Castelo de Vide, contando ainda esta iniciativa solidária com o apoio daquele município e da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA).

“Nós queremos proporcionar uma quadra de Natal um pouco mais alegre e um pouco mais doce também”, disse o pasteleiro responsável por esta iniciativa, Fernando Gonçalves, à margem da apresentação desta ação no hospital de Portalegre, onde foram entregues simbolicamente a alguns doentes as primeiras caixas de bombons.

“Estou internada há oito dias, não sei se tenho alta antes do Natal. É importante este apoio”, disse Lúcia Arsénio, paciente que está internada numa das enfermarias no terceiro piso daquele hospital alentejano.

Sandra Almeida, que deu ontem entrada naquela unidade hospitalar para se submeter a uma cirurgia, agradeceu também a entrega dos bombons “Beijinhos”, referindo que os doentes se sentem “sozinhos” e que é “difícil” estar longe de amigos e familiares nesta altura do ano.

“Sentimo-nos sozinhos [sem visitas], já é difícil a situação que é, fazemos videochamadas. Vou ver se consigo sair no dia 24 [alta hospitalar]”, disse.

As caixas dos “Beijinhos” são compostas por quatro bombons, confecionados com a supervisão e indicação de nutricionistas da ULSNA, que ajudaram Fernando Gonçalves a produzir esta iguaria conforme o “perfil clínico” de cada doente.

No decorrer da apresentação dos “Beijinhos”, o vogal do conselho de administração da ULSNA, Raul Cordeiro, sublinhou que este tem sido um ano “especial de esforço, especial de dedicação”, tanto por parte da população como dos profissionais de saúde no combate à pandemia.

O responsável disse ainda que os problemas gerados pela COVID-19 têm provocado nos profissionais de saúde uma “carga emocional muito grande”.

“Estes ‘Beijinhos’, como simbolismo para nós nesta altura, significa muito. É uma pequena caixa, mas é uma caixa muito grande para todos nós”, disse.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Maio 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31