Borba

As declarações à RC do aventureiro que sobe a grua de uma pedreira em Borba e diz que esteve sempre presente a tragédia da pedreira ao lado (c/som e vídeo)

Publicado em Regional 27 fevereiro, 2019

No início desta semana, Cristóvão Morais visitava uma pedreira desativada em Borba quando decidiu subir a uma grua, vídeo que se tornou viral. Em declarações à RC, o jovem de 26 anos e praticante de parkour há 12 anos, relata esta experiência, afirmando que “estava sempre presente o peso daquilo que tinha acontecido há uns meses numa pedreira ao lado”, referindo-se ao colapso da EM255 a 19 de novembro.

Cristóvão Morais diz que estava em Vila Viçosa em trabalho, quando decidiu “explorar uma pedreira”, como oportunidade para alguns registos fotográficos. Foi quando se deparou com a grua e se encontrou perante uma oportunidade “de sair da zona de conforto”, objetivo dos praticantes de parkour.

“É uma grua fácil de subir, mas estava sempre presente aquele peso daquilo que tinha acontecido há uns meses numa pedreira ao lado”

Analisou a grua e iniciou a subida, altura em que se apercebeu “que a grua afinal não estava assim em tão boas condições, porque apresentava bastantes pontos de corrosão”.

Não tendo optado pelas escadas da grua uma vez que estavam no sítio que achou "mais perigoso, mais perto do buraco da pedreira”, optou por um dos braços da grua, o mais afastado e que “seria o que estava em mais condições de segurança caso alguma coisa acontecesse”. Contudo, esta era muito comprido e “facilmente abanava e tornava a estrutura instável”.

Cristóvão Morais conta que foi “até ao topo da grua” onde observou a vista, mas não “ficou lá muito tempo porque não queria estar a arriscar”.

Conclui, afirmando que “foi uma ótima experiência”, realizada sempre em segurança.

“Fazemos isto pela experiência, não por sermos malucos, ou porque queremos atenção, ao contrário do que muita gente pode pensar”

Afirma ainda que a divulgação do vídeo pretende “mostrar às pessoas que não compensa fazer estas coisas se não tiverem treino”. Apesar do baixo grau de dificuldade de subida da grua, “numa situação de dúvida” uma pessoa comum “poderá entrar facilmente em pânico e piorar a situação”, confessando que até a sua mente, com várias horas de treino diário lhe pregou algumas partidas.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Julho 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31