Portalegre

Edifício que alberga Comando Territorial de Portalegre da GNR vai ser alvo de requalificação

Publicado em Regional 29 março, 2019

O Município de Portalegre assinou esta sexta-feira, 29 de março, o auto de consignação de obras de reparação no Convento de Santo Agostinho, uma intervenção com o custo associado de mais de 80 mil euros e que visa trabalhos, sobretudo, na nave da Igreja do Convento. 

Segundo a autarquia alentejana, a intervenção adjudicada à LOVIMEC – Renovação Urbana e Construções Unipessoal, Lda, contempla a “substituição de uma cobertura”, melhoramento “em zonas muito pontuais e da sua estrutura interna”, não sendo necessária “qualquer intervenção nos volumes e tipologias de uso, nem à sua arquitetura”. 

Fundado e aparentemente construído pela Ordem dos eremitas descalços de S. Agostinho, em 1683, nele funcionaram várias repartições públicas na sequência da extinção de várias ordens Religiosas como a repartição de finanças, conservatória, administração do concelho, estação telegráfica, o tribunal e até cadeia, cadeia essa que ainda existe nas instalações.  
Em 1884 já o edifício era da posse da Câmara Municipal, que o cedeu para aquartelar parte do Regimento 22. Posteriormente, em 1911 e na sequência da implantação da Republica de 1910, o exército sai do convento cedendo o espaço à recentemente criada Guarda Nacional Republicana, onde se mantem até hoje como o Comando Territorial do Distrito de Portalegre da GNR. 
 

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Julho 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31