Campo Maior

"Ele atacou-a, ela mordeu-o" diz mãe de jovem agredida em escola de Campo Maior

Regional 07 Nov. 2019

Em declarações à RTP, a mãe da vítima confirmou que os ferimentos da filha são graves e que por isso a menor teve de ser transportada do Hospital de Elvas para o Hospital de Santa Maria. 

"Começaram-se a picar na sala de aula, e depois foram para o intervalo, começaram-se a meter um com o outro. Ela chamou-o de 'bêbado alcóolatra'. Ele atacou-a, ela mordeu-o e, pronto, começou... deu porrada nela e foi isso", disse Delícia Oliveira, reproduzindo o que a filha lhe contou. 

A progenitora viu a filha depois das agressões no Hospital de Elvas, onde foram diagnosticadas fraturas no crânio da jovem e determinado que iria ser transferida para Lisboa.

"Partiu o osso abaixo dos olhos. Só está à espera que desocupem o bloco para ser operada", disse a mãe  à RTP, acrescentando que a filha tem "vomitado bastante". 

A jovem de 16 anos de idade, está hospitalizada em Lisboa, no Hospital de Santa Maria depois de ter sido agredida por um colega, na Escola Secundária de Campo Maior.

A jovem, residente em Degolados, terá sido agredida por um colega da mesma idade, durante a tarde de terça feira (5 de novembro).

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Novembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30