22 setembro, 2019
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00

Evora

"Em 2023 virei aqui entregar o primeiro avião português" para a Força Aérea, diz Pres. Embraer (c/som)

Publicado em Regional 22 agosto, 2019

Decorreu esta quinta feira, 22 de agosto a formalização da compra dos novos aviões Embraer KC390 para a Força Aérea Portuguesa, nas instalações da Embraer em Évora.

A formalização contou com a presença do Primeiro Ministro, António Costa, do Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho e do Presidente da Embraer, Jackson Schneider, que assinaram contratos relativos à aquisição de 6 aeronaves, 1 simulador de voo e respetiva sustentação logística, com as configurações e especificações técnica, operacionais e logísticas definidas pela Força Aérea Portuguesa.

Aos microfones da Campanário, presente na cerimónia, Jackson Schneider começa por referir que “é um dia especial, um dia histórico com a aquisição destas aeronaves KC390 pela Força Aérea Portuguesa”

O presidente da Embraer explica depois que “o contrato vai além da aquisição das aeronaves, pois implica a aquisição de um simulador de voo, de um apoio logístico, suporte, serviços, peças e alguns opcionais”, acrescentando que a Embraer “vai garantir o pleno atendimento durante 12 anos a estes aviões”.

A Campanário procurou saber quais as principais especificações técnicas destes aviões, ao que Jackson Schneider explica que “são aviões com capacidade de multipropósito, podem carregar tropas, pessoas, carga, mas também podem servir para evacuação médica e para o combate aos incêndios florestais”.

O Presidente da Embraer refere ainda que “estes aviões voam mais rápido, carregam mais carga e têm um custo de manutenção e operação menor”.

“Estamos a consolidar a presença da Embraer em Portugal, geramos entre empregos diretos e indiretos, quase 10000 postos de trabalho”
Jackson Schneider

Relativamente aos investimentos da empresa no Alentejo, Jackson refere que “em Évora os investimentos andam na ordem dos 400M de euros”, defendendo que esta compra por parte do Estado português “abre as portas do mercado internacional ao avião”.

A Embraer deixa a garantia de que “cada KC390 terá engenharia portuguesa e peças produzidas em Portugal”

O presidente da Embraer deixa a garantia aos nossos microfones de que  “em 2023 eu virei aqui trazer o primeiro avião português”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30