Grandola

Em Grândola, três amigos deixaram os empregos para produzir pão e entregam porta a porta a profissionais de saúde e pessoas vulneráveis

Regional 12 Abr. 2020

Três amigos em Grândola deixaram os seus empregos e resolveram iniciarem um projeto para de alguma maneira contribuirem para o bem-estar da população do concelho.

E foi a pensarem nos que estão na linha da frente desta pandemia, e nos mais vulneráveis  que surgiu a iniciativa “pão solidário”.

O trio, constituído por Miquelina Fialho, António Sobral e Rúben Marques, assegura a entrega do produto cozido em forno de lenha de porta em porta, com a ajuda da Junta de Freguesia local. As fornadas, a sair às 09h00 e às 12h00, têm como objectivo fazer com que as pessoas permaneçam em suas casas.

Por sua vez, a entrega aos profissionais é realizada através do portão de casa de Rúben Marques, local onde é cozido o pão. Distribuído de forma gratuita.

Ao Jornal Setubalense um dos benfeitores disse que a "acção está  planeada para acontecer até que a pandemia comece a desaparecer, e que a população necessite do serviço, o projeto arrancou no dia 19 de Março.

 Rúben Marques trabalhava como empresário, procedendo ao fecho da empresa por tempo indeterminado.

Por sua vez, Miquelina Fialho dedicava-se às limpezas, mas optou por abdicar do ordenado.

 António Sobral, assistente operacional, encontra-se dispensado do serviço, mas sempre com a possibilidade de regressar a qualquer momento

foto: Jornal o Setubalense..

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31