Empresas de Transportes ameaçam deixar de vender passes a pessoas carenciadas

Regional 28 Jul. 2021

As empresas de transportes coletivos rodoviários de passageiros ameaçam deixar de vender passes para estudantes e famílias com baixos rendimentos. Esta ameaça advém de uma dívida do Governo de cerca de 7 milhões de euros pela venda destes passes com desconto.

Desde janeiro que os pagamentos não são feitos, relativamente à diferença do passe com desconto em relação ao passe com preços normais.

Os descontos abrangem os passes 4_18, Sub23 e Social+ (estes últimos destinados a agregados familiares que, comprovadamente, aufiram rendimentos reduzidos).

Segundo a TSF, esta denúncia é feita à mesma,  pelo presidente da Associação Nacional de Transportes de Passageiros (ANTROP), que acrescenta "que se o pagamento do Estado não chegar rapidamente os operadores têm de, numa primeira fase, deixar de vender esses passes e, de seguida, se o primeiro passo não for suficiente, reduzir o serviço de transportes para compensar a dívida do Estado".

 

In TSF 

Foto, Unspalsh 

Joana Freitas 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30