11 Abr. 2021
Augusta Serrano;
Fadistices
20:00-21:00
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

EN254: "Sabemos que a responsabilidade é da IP mas a autarquia não pode alhear-se do problema", diz Manuel Condenado

Regional 26 Fev. 2021

Decorre esta noite a 1ª sessão ordinária de 2021 da assembleia Municipal de Vila Viçosa.

Nesta sessão, Manuel Condenado, Presidente da Câmara Municipal de Vila Viçosa falou sobre o ponto da situação do corte da estrada nacional 254, que liga Bencatel a Vila Viçosa e que foi encerrada pelas Infraestruturas de Portugal.

Sobre esta matéria , o autarca adiantou que a Cãmara Municipal já assumiu, assim como a Proteção Civil Municipal, uma "posição reinvindicativa" face aos acontecimentos na EN 254, onde ocorreu o corte do trânsito, ao quilómetro três da EN254, junto à pedreira “Monte d’el Rei”, que tem cerca de “134 metros de profundidade”, devendo-se o mesmo à proximidade da pedreira com a via. e também na EN 255, que liga Pardais a Vila Viçosa e onde foi interdito o trâansito a pesados, apesar de neste momento estar em vigor uma solução alternativa.

O Autarca adiantou ainda que "estão a decorrer negociações, quer com a IP, quer com o proprietário da Pedreira Monte Del Rey, no entanto assume que "temos a consciência da responsabilidade deste problema ser da responsabilidade da Iinfraestruturas de Portugal ,mas a autarquia de Vila Viçosa não pode alhear-se do problema".

O Edil adiantou igualmente que existe a consciência de que, "aguardando a resolução por parte da IP, a situação demorará anos a resolver", acrescentando ainda que "a IP não tem vontade de resolver o problema a curto prazo".

Segundo avança o Presidente da Câmara Municipal de Vila Viçosa, a "IP já efetuou as notificações aos proprietários das pedreiras para que as mesmas sejam enterradas  e é obvio que essas situações se vão arrastar nos tribunais durante anos".

Segundo o Autarca, estão ainda a decorrer negociações com a empresa Azequiel Alves por forma a ser encontrada uma solução que aponta para a cedência de terreno por parte deste proprietário, elaborando a empresa um projeto, para construção d euma via alternativa com passagem a 200 metros da Pedreira Del Rey acrescentando que "a Câmara e a Assembleia Municipal irão ser chamados a prenunciar-se sobre um acordo de mutação dominial .

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Abril 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30