Monsaraz

Entrevista RC: "1º dia de conferências foi notável e com impacto a nível global", diz José Calixto (c/som)

Regional 05 Jun. 2021

No âmbito do evento Water: World Forum For Life, entrevistámos, ontem ao final do dia, José Calixto, Presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, que falou à Rádio Campanário, neste evento único que tem como palco o Alentejo.

Se a água é vida, hoje Reguengos de Monsaraz e este centro náutico no Alqueva eles são a própria vida.

"Sem dúvida. Nós temos aqui o evento Water: World Forum For Life, um evento que foi pensado há cerca de dois anos e que nos põem a refletir sobre a importância, da boa gestão da água para consumo humano nomeadamente, e é o centro da água do planeta." Quem tem responsabilidade na gestão deste planeta e na gestão do futuro da humanidade certamente tem este dossier da gestão do fator água do planeta como um dos principais dossiers para o futuro da humanidade nas próximas décadas. Este é um modesto contributo que não era para demorar tanto tempo para se efetiva,r o facto é que a pandemia nos levou até 2021 e ainda com uma grande dose de resiliência que decorrem nestes tempos difíceis. Mas este primeiro dia de conferências foi de facto notável e com um impacto a nível global."

Como é que se traz este tipo de eventos ao Alentejo e a Monsaraz?

"Com planeamento e com objetivos claros na estratégia que se tem para promover o território. Obviamente que a promoção do território é algo que em Reguengos tem sido balizado por valores muito fortes. Ainda por cima, esses valores são os valores da nossa sustentabilidade, por isso, nós temos 10 valores que, à meia dúzia de anos, nos focámos neles e fizemos e faremos eventos ligados sempre a esses valores. Naturalmente o valor água, por muito que os outros sejam fundamentais para a nossa idêntidade, para a nossa forma de viver tranquila e em segurança,  é um valor absolutamente imprescindível para a vida humana e, portanto, esse valor é nosso e é de toda a humanidade. Por isso este evento teve essa grandeza pensada, inclusivamente, para se exportar, por que, na base do pensamento deste evento esteve a Declaração da Água das Nações Unidas. Temos um parceiro, “ The Race”, que já realizou outros grandes eventos a nível do Alentejo. Fizémos no fundo aquilo que achámos adequado para vincar bem que a década da água não é uma brincadeira. É uma década que a Organização das Nações Unidas que, enfim, através do pensamento também de um Português, um Português que já passou férias neste local, e penso que esteve muito bem durante 15 dias por aqui, o Secretario Geral, António Guterres.

No Alqueva porque é o maior lago com intervenção humana da europa, e podermos aspirar, através desse parceiro, a dar um seguimento deste evento nos 4 outros continentes até 2028. E foi esse o pensamento base. Enquadrámos isto ao nível do programa operacional e regional na promoção deste território, uma vez que este é um evento que também nos serve para dármos a conhecer ao mundo: o lago Alqueva, Monsaraz e o Alentejo. Todos estes valores que fazem da região Alentejo uma região que está com níveis de segurança invejáveis, com uma qualidade de vida invejável e com uma sustentabilidade assegurada ,se conseguirmos manter a trajetória da nossa história. Este é um território com 5 mil anos de presença humana. Foi uma presença que não destruiu as suas raízes.  E ,é esta a visão estratégica. É um evento que nasce em Portugal, nasce no centro náutico de Monsaraz no Alentejo, que é um terço de Portugal e quer-se projetar nos próximos anos no mundo."

Como é que a Câmara Municipal resolve a questão financeira de sustentar um evento destas dimensões em Monsaraz?

"Muito simples, como o fizemos com a Cidade Europeia do Vinho e com a Capital dos Vinhos de Portugal. São projetos apresentados à Entidade Gestora de Fundos Comunitários, projetos, este neste caso, mais bem classificado do concurso que houve para a atribuição desses fundos e um financiamento de fundos de coesão que incide sobre 85% do valor deste projeto.

Este evento está inserido num projeto que se chama: ´Reguengos de Monsaraz - os valores da sustentabilidade´, e, portanto, temos um grande evento ligado à água , mas temos outros eventos ligados aos outros valores que identificamos como aqueles que nos distinguem quando dizemos que devem vir até nós e não a outra qualquer parte do mundo."

Para terminar, sei que acompanhou os trabalhos, qual é o balanço?

"Foi um dia com intervenções brilhantes. Eu não me posso esquecer da Filomena Cautela, ao pedir a cópia da intervenção dos oradores da manhã. É notável essa reação genuína de uma apresentadora que acaba de ouvir uma intervenção de muito boa qualidade. 

Aquilo que eu diria em síntese do dia de hoje, é que, de facto é urgente passármos da reflexão, que tem que ser feita, à prática, e penso que houve muito caráter prático nas intervenções. Muito a noção que devemos ter consciência que temos um planeta para salvar, mas também temos que ter consciência que, é já, e acho que isso ressaltou.

Talvez seja a nota genérica e fundamental, ressaltou de facto todas as intervenções de uma forma muito global."

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30