Estremoz

Estremoz: “Santa Vitória, o Tanque Romano e todos esses sítios irão ser integrados no projeto Portugal Romano,” diz Hugo Guerreiro (c/som)

Regional Escrito por  27 Fev. 2022

Decorreu recentemente, no Museu Berardo Estremoz a apresentação pública do projeto de Investigação CAETZ “Carta Arqueológica do Concelho de Estremoz”.

O Projeto de Investigação CAETZ resulta de um Protocolo de Colaboração entre o Município de Estremoz e a Universidade de Évora, coordenado pelo Prof. Doutor André Carneiro, docente do Departamento de História.

Durante esta apresentação foi referido o projeto Portugal Romano, do qual o município de Estremoz quer fazer parte, de forma a integrar as descobertas arqueológicas que a Carta Arqueológica vai permitir, assim como as que já são conhecidas no concelho.

 A Rádio Campanário esteve presente e falou com Hugo Guerreio, Chefe da Divisão de Desenvolvimento Sócio-Cultural, Desportivo e Educativo na Câmara Municipal de Estremoz e Diretor do Museu Berardo Estremoz, que começou por referir que o Portugal Romano é um projeto que nos foi apresentado pelo Doutor André Carneiro,” projeto esse que “a Câmara Municipal de Condeixa está a liderá-lo”.

“A ideia é nós integrarmos futuramente esse projeto, de maneira a que Estremoz beneficie os fundos a que se vão concorrer dos projetos e que fique integrada nesse roteiro,” explicou Nuno Guerreiro.

Este não é um projeto “a curto prazo, mas é um projeto de médio-longo prazo, e que nós queremos estar integrados,” destacando que “como é óbvio Estremoz tem que estar integrado nos grandes projetos nacionais.”

Questionado sobre se já há rotas definidas em Estremoz para integrarem este projeto, Nuno Guerreiro explicou que “estamos a preparar todo o assunto, mas Santa Vitória, o Tanque Romano (Tanque dos Mouros) e todos esses sítios, irão ser integrados nesse projeto.”

Além disso, também serão integrados “todos os locais arqueológicos que se possam vir a descobrir com a elaboração da Carta Arqueológica de Estremoz.”

O projeto Portugal Romano tem como objetivo promover a defesa e a valorização do património romano e respectivo acervo, através da implementação de projectos nas áreas da divulgação, gestão patrimonial e do turismo cultural; consultoria e serviços nas áreas da gestão, da comunicação e imagem; estudos e investigação; edição e publicação de livros, revistas e outras publicações; exploração de actividades lúdicas culturais ou de lazer que contribuam para o desenvolvimento turístico associado ao conhecimento do património romano em Portugal, produção e organização de eventos e conferencias na área do património arqueológico romano, produção de conteúdos audiovisuais.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31