×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

Evora

Évora: Foi hoje inaugurada a nova fábrica de processamento de nozes no concelho(c/fotos)

Regional 18 Jun. 2021

 

A Nogam, empresa do grupo familiar Ortigão Costa – um grupo com mais de 60 anos de atividade no setor agroalimentar, inaugurou hoje (18 de Junho de 2021) a sua nova fábrica de processamento de nozes, na Herdade das Atafonas, em Torre de Coelheiros – Évora, onde tem também uma vasta plantação de nogueiras.

Esta unidade, a maior fábrica de processamento de nozes em toda a Europa, irá dar origem a cerca de 100 postos de trabalho (directos e indirectos) e terá capacidade para produzir anualmente 6 mil toneladas de nozes.

Segundo a Autarquia de Évora, propõe-se substituir a importação feita ao mercado norte-americano nesta área, com diversas vantagens, nomeadamente a nível da qualidade e da produção sustentável.

Após o descerrar de lápide, seguiu-se a visita às instalações, culminando o evento com uma cerimónia solene que contou com intervenções do Director Executivo da Nogam, do Presidente da Câmara Municipal de Évora, do Administrador da Nogam, da Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, e do Ministro da Economia, Pedro Siza Vieira.

O Presidente do Município de Évora, Carlos Pinto de Sá, conforme nota publicada na página oficial de facebook do município, congratulou-se por mais este importante investimento no concelho num período tão difícil para a economia, realçando também o facto de um conjunto de sectores terem mantido as propostas de investimento e de retoma económica no Concelho.

Tal como a Rádio Campanário já tinha noticiado, as duas primeiras fases do projeto já estão em funcionamento – de viveiro (de plantas de nogueira) e de exploração agrícola, o Grupo Sogepoc avança agora para fábrica de processamento de nozes Nogam – a primeira em Portugal.

Esta é a terceira fase de um projeto que abrange uma área de 647 hectares (477 hectares de nogueiras e 170 hectares de amendoeiras) em São Manços,Évora, e em Veiros, Estremoz, e que "incentivará fortemente o crescimento da produção de nozes" no país.

A linha de processamento terá capacidade para processar não só a produção da agroindustrial Sogepoc, mas também a produção de outras empresas. Nela será feito o "descasque de nozes e a produção de derivados inovadores, como o óleo de noz ou leite de noz".

Este é um projeto direcionado, sobretudo, para a exportação trazendo para a economia local um grande impacto e, ao nível da criação de cerca de 80 empregos diretos e indiretos, além do impacto no "ecossistema empresarial" da região. A "sustentabilidade e eficiência energética", assim como a "inovação de produto e tecnológica" são outros aspetos destacados pela Sogepoc.

Fotos: Município de Évora

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Julho 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31