17 setembro, 2019
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00

Evora

Évora: XX Ciclo de Concertos “Música e Outras Artes nos Claustros” teve grande êxito e qualidade

Publicado em Regional 04 agosto, 2019

A Associação Eborae Mvsica promoveu, em julho, a XX edição do Ciclo de Concertos "Música e outras Artes nos Claustros", nos claustros do Convento dos Remédios, em Évora.

Desde o ano passado a associação tem vindo a concretizar o objetivo desta atividade que é marcada pela originalidade, articulando a música com diferentes formas de expressão artística, com qualidade artística e relevância cultural.

Os oito concertos realizados confirmaram a excelência das propostas artísticas as quais, com pontos altos, mas com uma coerência geral, estabeleceram relações da música com a fotografia, a pintura, a dança, o bailado, o cinema, a ópera, a narração e a poesia, com um importante envolvimento do público.

A Música a as Outras Artes teve a participação de alguns dos intérpretes portugueses mais relevantes como veremos adiante, facto que coloca este evento num patamar que  a Associação considera que justifica que se continue e se consolide.

A nível musical considera-se relevante a diversidade de instrumentos utilizados, muitos de época, desde a música antiga, período da renascença, barroco e períodos mais recentes até aos nossos dias.

O programa apresentou o Concerto: “Música e Cinema”, com projeção de imagens, por Mauro Dilema (piano) e Andreia Fernandes (violino); “Verão, Jazz e Cinema” pelo Coro Polifónico “Eborae Mvsica”, Ana Filipa Luz (piano), Mário Lopes (bateria), direção do Maestro Eduardo Martins; “Veneza e os Limites da Moralidade” com “Os Músicos do Tejo”, com Clint van der Linde (alto), Arthur Filemon (alto), Frederico Projecto (tenor), Carlos Monteiro (tenor) Tiago Mota (baixo), Daniel Zapico (tiorba), Luisa Cruz (narradora), Marta Araújo (cravo) e Marcos Magalhães (cravo e direção musical); “Infinitu” ao longo do qual foi pintado um quadro por Bruno Gaspar (artista plástico) ao som das flautas tocadas por António Carrilho; “Ópera e Musicais” com Sofia de Castro (soprano), Inês Madeira (mezzo-soprano), Paulo Carrilho (tenor), Diogo Oliveira (barítono) e Abel Chaves (pianista); “Music’Alta” – Danças da Renascença com João Mateus (charamela, charamelinha, bombarda tenor e direção), Joaquim António Silva (bombarda alto, gaita-de-foles, alaúde), Hélder Rodrigues (sacabuxa tenor e sacabuxa baixo), Paulo Cordeiro (sacabuxa tenor), João Barroso (traverso, atabale, pandeiro), André Boita e Manuela Baroso (dançarinos); “Paralelismos” com Sandra Medeiros (soprano) Catarina Costa e Silva (bailarina) e a Orquestra Barroca de Mateus constituída por Ricardo Bernardes (cravo e direção musical), Teresa Shimizu (violino I), Álvaro Pinto (violino II), Pedro Braga Falcão (violeta), Ana Raquel Pinheiro (violoncelo), Marta Vicente (contrabaixo), Luís Marques (oboé), Daniel Canas e André Maximino (trompas barrocas); Concerto Poético “D.Maria II- Viagens Breves” por Patrizia Giliberti (piano) e Manuel Coelho (ator).

Durante o ciclo de Concertos esteve patente ao público uma Exposição de Fotografia e Som “Claustrofonia”, de António Carrapato e com som (gravação e sonoplastia) de João Bacelar. Exposição sobre o tema do ciclo, onde foram apresentadas vinte fotografias de vários claustros de Évora, tendo cada uma o ambiente sonoro em que foi feita.

A Organização foi da Associação Eborae Musica entidade financiada pelo Ministério da Cultura- DGArtes, com Co-Produção da Câmara Municipal de Évora, e com apoio de: Diário do Sul, A Defesa, Registo, Antena 2 e Rádio Diana.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30