Elvas

1ª edição da Expo Alentejo "conta com a presença de 22 autarquias e com a forte colaboração de V. Viçosa, Borba, Estremoz e Alandroal na promoção do mármore", diz Rondão de Almeida (c/som)

Regional 24 Jan. 2020

A cidade de Elvas irá acolher entre 30 de janeiro e 2 de fevereiro, no Centro Transfronteiriço, a primeira edição da Expo Alentejo.

O responsável pela organização do certame é uma cara bem conhecida da região, falamos de Rondão de Almeida, que assumiu a responsabilidade perante o Município de Elvas de organizar todo o certame.

Em entrevista exclusiva aos microfones da Rádio Campanário o Comendador Rondão de Almeida considera “a Expo Alentejo um certame pioneiro em toda a região”.

“A Expo Alentejo é um certame pioneiro em toda a região”
Rondão de Almeida

Rondão de Almeida refere que “pretendemos fazer uma mostra das diversas áreas em que o nosso Alentejo é extremamente rico”, acrescentando que “serão feitas apresentações da cultura ás tradições, da gastronomia ao artesanato, dos produtos endógenos ás ofertas turísticas, da indústria tradicional ás inovadoras”.

Esta primeira edição “vai ter pernas para andar” lembrando que “pensámos também no público do lado de lá da fronteira”.

Rondão de Almeida considera que “tendo em conta a localização geográfica de Elvas”, aliada ao “o excelente auditório e espaço físico do nosso Centro de Negócios Transfronteiriço” o certame “pode funcionar como uma montra para todas as potencialidades da região”.

“O certame será uma monta para as potencialidades da região”
Rondão de Almeida

Os objetivos da Expo Alentejo são que “todas as Câmaras do Alentejo exponham o melhor que os seus concelhos têm”.

Em termos de participantes já confirmados, Rondão de Almeida, refere que “nesta primeira edição conseguimos sensibilizar 22 autarquias do Alentejo, que irão estar presentes no certame”, juntando-se ainda “80 expositores”.

Rondão de Almeida deixa uma palavra de apreço “para as autarquias de Vila Viçosa, Borba, Estremoz e Alandroal, com as quais mantive um diálogo direto com os presidentes e vereadores, e que levam a cabo através da Câmara Municipal de Vila Viçosa, um colóquio sobre as pedras naturais do Alentejo”.

O Comendador explica que “para além da mostra iremos contar com seminários relacionados com o desenvolvimento económico do Alentejo”.

A gastronomia também estará presente no certame, “desde as nossas bifanas de Vendas Novas ao bacalhau dourado da nossa região, os visitantes podem contar com inúmeros restaurantes para degustar a gastronomia tradicional alentejana, sempre acompanhada (ao almoço e jantar) pela música da região vinda dos diversos concelhos do nosso Alentejo”.

No âmbito cultural não será apenas a música a estar presente, uma vez que “contaremos também com uma peça de teatro vinda do concelho de Vila Viçosa”, refere o organizador.

Em termos promocionais, Rondão de Almeida afirma que “somos cientes da posição geográfica estratégica, junto da Extremadura espanhola”, daí que “esteja a ser feita uma grande aposta junto da comunicação social espanhola”.

“Apostamos forte na promoção junto do público do outro lado da fronteira”
Rondão de Almeida

Para o organizador “nós não queremos que os espanhóis venham até nós só para comer peixe fresco e marisco, queremos que eles conheçam o quanto de bom temos em todas as atividades”, acrescentando que “temos tantas coisas no nosso Alentejo, desde as praias de Grândola até ao setor aeronáutico em Ponte de Sor, é preciso dar a conhecer aos espanhóis todo este potencial”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Fevereiro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29