30 Set. 2022
Augusta Serrano;
Fadistices
20:00-21:00

Radio Campanario

Alentejo

Evora

Festas e romarias marcam a Arquidiocese de Évora em agosto e setembro

Regional Escrito por  Arquidiocese de Évora 12 Ago. 2022

Nos meses de agosto e setembro, na Arquidiocese de Évora, é tradição a realização de festas e romarias, que congregam os habitantes locais e os filhos da terra que emigraram. São sobretudo momentos de reencontro dos amigos, de maior convívio familiar e também oportunidade para participar em festas de cariz popular e religioso.
Durante o mês de agosto, são inúmeras as festas que o povo cristão celebra e dedica a Nossa Senhora, com destaque para a Festa do dia 15 de agosto, dia da Assunção da Virgem Santa Maria.

Na zona ribatejana da Arquidiocese de Évora, os coruchenses já estão a viver e a celebrar, com muita alegria e grande solenidade, as tradicionais festas em honra de Nossa Senhora do Castelo, padroeira das gentes e terras sorraianas. Em 2022, estas Festas realizam-se de 6 a 18 de agosto, sendo que as Festas religiosas acontecem de 6 a 15 de agosto e as ditas profanas de 13 a 18 de agosto.

As festas em honra de Nossa Senhora do Castelo contam entre os dias 6 e 14 de agosto com a novena de preparação. No dia 12 de agosto, inicia-se o Tríduo Solene com pregação pelo P. Fernando Lopes e colaboração do Grupo Coral de S. João Baptista.

No dia 14 de agosto, às 12h, Eucaristia solene em Ação de Graças pela Vitória na Batalha de Aljubarrota, presidida pelo P. Fernando Lopes. O mesmo sacerdote presidirá às 21h, à Eucaristia Vespertina da Assunção de Nossa Senhora, por intenção dos Irmãos e pelos membros da Irmandade falecidos, na qual concluirá a Novena e o Tríduo Solene.

No dia 15 de agosto, dia da Padroeira, às 8h30, Eucaristia, na Igreja de Santo António. Às 12h, Eucaristia Solene em Ação de Graças a Nossa Senhora do Castelo, presidida pelo P. Fernando Lopes. Às 17h, Eucaristia na Igreja Matriz. E às 18h, Procissão em Honra de Nossa Senhora do Castelo, Padroeira de Coruche, a qual percorrerá as principais ruas da Vila, presidida pelo Cónego Elias Martins. No regresso, e antes de recolher ao seu Santuário, realizar-se-á na Esplanada do Castelo a tradicional Bênção Solene dos Lares e Campos do Vale do Sorraia.

Também em Agosto, de 12 a 22 de agosto, em Borba decorrem as Festas em honra do Senhor Jesus dos Aflitos. Quanto ao programa religioso: dia 15 de agosto, às 12h, Santa Missa na Igreja de São Bartolomeu e às 18h30, recitação do terço na igreja do Senhor Jesus dos Aflitos; dias 16, 17, 18 e 19, na igreja do Senhor Jesus dos Aflitos, às 18h30, recitação do terço e às 19h00, Santa Missa; dia 20, na igreja do Senhor Jesus dos Aflitos, às 18h30, recitação do terço e às 19h00, Santa Missa, no Largo das Servas, e às 20h, Solene Procissão com a imagem do Senhor Jesus dos Aflitos, para a Igreja Matriz, acompanhada pela Banda Filarmónica do Centro Cultural de Borba; dia 21, às 12h, Eucaristia Solene, na Igreja Matriz, e às 18h30, Solene Procissão, pelas ruas habituais da cidade, com as imagens do Senhor Jesus dos Aflitos, Nossa Senhora das Neves do Sobral e Beato Domingos Fernandes de Borba, acompanhada pela Banda Filarmónica do Centro Cultural de Borba e a Sociedade Filarmónica Corvalense; dia 22, às 18h30, recitação do terço, na Igreja Matriz, às 19h, Santa Missa, na Igreja Matriz, e às 19h30, Procissão de regresso da imagem do Senhor Jesus dos Aflitos à sua igreja acompanhada pela Banda Filarmónica do Centro Cultural de Borba.

Já em setembro, entre os dias 9 e 12, na zona leste da Arquidiocese, decorrerão as seculares e tradicionais Festas dos Capuchos, em Vila Viçosa. Tradição que se iniciou em 1863, a Festa em Honra de Nossa Senhora da Piedade dos Capuchos e do Senhor dos Aflitos marca o segundo fim-de-semana de setembro, com eventos culturais e celebrações religiosas.

De 20 a 25 de setembro, ainda mais a leste na Arquidiocese de Évora, realizar-se-á a Romaria do Senhor Jesus da Piedade e a Feira de São Mateus, em Elvas.
Esta Romaria começa sempre com a imponente Procissão dos Pendões que liga a antiga Sé de Elvas à Igreja da Piedade, num percurso de 4 km que leva duas horas a percorrer, em passos lentos, marcados por grande silêncio e devoção. A Romaria terminará com a Procissão de Regresso dos Pendões.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30