03 Out. 2022
 
3 p’rás 5
15:00-17:00

MEO SUDOESTE

Festival Sudoeste regressa no próximo ano de 09 a 12 de agosto

Festival Sudoeste regressa no próximo ano de 09 a 12 de agosto Foto: Rita Carmo / Blitz
Regional Escrito por  LUSA 07 Ago. 2022

O Festival Sudoeste vai regressar na próxima edição à Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar (Odemira), entre 09 e 12 de agosto, uma semana mais tarde do que o habitual, anunciou no sábado a organização.

 

As datas da 25.ª edição estão já marcadas: 09 a 12 de agosto de 2023, com abertura do campismo no dia 05 de agosto”, referiu em comunicado.

No último dia da edição de 2022, depois do regresso “ansiado ao longo de três anos”, os organizadores do Sudoeste explicaram que “é já tempo de preparar uma outra celebração, em 2023, que assinala 25 edições do festival mais icónico do verão de milhares de jovens portugueses, e não só”.

Com as novas datas de 09 a 12 de agosto, “em 2023 o festival acontecerá, assim, uma semana mais tarde do que o habitual, de modo a não coincidir com a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023”, lê-se na mesma nota.

Para os interessados, os organizadores do festival colocaram já à venda “uma edição especial do passe para todos os dias do 25.º Meo Sudoeste”, com 25% de desconto, até 25 de outubro, nos locais habituais.

Os concertos dos quatro palcos do Festival Sudoeste, na Zambujeira do Mar, terminam no último dia com Rex Orange County e Bispo, depois de terem atuado Maurice West, Liam Cole, Chá de Funk, 9Miller, Shouse, Aragão, Ivandro, Os Intencionais, Sippinpurpp e Ckay.

No quarto dia, houve ainda a derradeira apresentação de “Criadores de Tik Tok Show”, espetáculo de dança, com direção artística de Cifrão, que reuniu ‘TikTokers’ portugueses.

Desde quarta-feira, segundo a organização, o festival mobilizou “perto de 25 mil pessoas por dia”, no regresso ao recinto da Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar, concelho de Odemira, depois de dois anos de espera, por causa da pandemia de covid-19.

Este ano, o festival contou com músicos e DJ como Pedro Sampaio, Melim e Jovem Dionísio, do Brasil, Morat, da Colômbia, Morad, ‘rapper’ de Madrid, e ainda Chico da Tina, ProfJam, Calema, Steve Aoki, Estraca e Melim, entre perto de meia centena de protagonistas de tantos outros concertos.

O escocês Lewis Capaldi cancelou o concerto a poucos minutos de subir ao palco. Segundo a promotora, “sentiu-se mal" a caminho do festival e foi substituído pelos portugueses Karetus.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31