29 Jun. 2022
Augusta Serrano;
Fadistices
20:00-21:00

Borba

"Foi um espetáculo de afetos, com a memória do meu pai presente e com o amor que ele tinha por Borba" diz José da Câmara(c/som)

Regional 11 Nov. 2021

José da Câmara atuou esta noite em Borba na edição de 2021 da Festa da Vinha e do Vinho.

A Rádio Campanário falou em exclusivo com José da Câmara que nos referiu que cantar é Borba “é cantar em casa,” destacando que “não digo que é uma segunda casa, é a minha casa.”

O fadista integra mais uma vez o programa da Festa da Vinha e do Vinho, destacando que “não sei quantas vezes é que eu já fiz parte, mas já há muitos anos, eu e o meu pai, quase todos os anos vínhamos à Festa da Vinha e do Vinho”.

Borba é também uma memória de D. Vicente da Câmara, pai do fadista, e segundo José da Câmara, “desde que nasci até aos vinte e tal anos, que passávamos aqui o mês de setembro”, revelando que “o meu pai tinha uma adoração por Borba e fizemos cá grandes amigos,” concluindo que “o meu pai, tinha muito apega a esta terra tão bonita e tão encantadora.”

Sobre a geração de músicos da sua família, José da Câmara referiu que “já trago aqui a minha sobrinha Teresinha que já é a quinta geração.”

O fadista explicou que “a dinastia começa da parte Noronha, João do Carmo de Noronha, depois Maria Teresa de Noronha, depois é que começa o meu pai Câmara, eu e a minha sobrinha, portanto já são cinco gerações. “

Sobre as parecenças entre José da Câmara a nível vocal, o fadista referiu “tal como há parecenças físicas também é natural que haja parecenças vocais,” destacando, “eu sempre fiz questão de criar o meu estilo e de me distanciar, até às vezes era exagerado de me distanciar do meu pai para não ser uma imitação de, mas é natural que haja parecenças também vocais, na maneira de estar, nos trejeitos e  à medida que vou envelhecendo as pessoas vão dizendo que cada vez estou mais parecido com o meu pai, é genético.”

Questionado sobre o que o publico pode esperar do concerto, José da Câmara referiu, “podem esperar um espetáculo de afetos, um espetáculo onde o meu pai vai estar presente também, está sempre, mas aqui mais do que em qualquer outro sítio.”

O fadista confessou que “vai haver um momento muito especial relativamente ao meu pai e lembra-lo, porque nunca é demais lembrar o meu pai, principalmente aqui nesta terra que tão bem o acolheu toda a vida.”

Ainda sobre as surpresas, José da Câmara refere que tem como convidados “a minha sobrinha Teresinha e o João Ficalho que é um fadista da terra já de há muitos anos, e por isso espera-se um espetáculo cheio de emoções.”

 

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Junho 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30