Alentejo

Formações do IEFP permitem a entidades “ter os seus quadros qualificados e atualizados a custo 0”, aponta delegado do Alentejo (c/som)

Publicado em Regional 19 junho, 2019

O IEFP (Instituto de Emprego e Formação Profissional) tem vindo a desenvolver um trabalho no sentido de “preparar as pessoas que estão desempregadas […] para integrar os postos de trabalho vagos ou a criar” na região, diz Arnaldo Frade, delegado regional do Alentejo do IEFP, em declarações a esta estação emissora.

O dirigente destaca que a qualificação é uma preocupação do IEFP, sendo esta direcionada não apenas para pessoas desempregadas, como a “pessoas integradas no mercado de trabalho”, permitindo-lhes adquirir novas competências que correspondam às necessidades das entidades empregadoras.

“O IEFP procura não só preparar as pessoas desempregadas como permitir que pessoas empregadas adquiram novas competências”
Arnaldo Frade

“O IEFP está permanentemente a organizar ações de formação com as empresas no sentido de dar qualificação acrescida às pessoas”, conferindo-lhes “competências técnicas próprias das funções que desempenham” assim como “competências transversais que importam a todos os trabalhadores independentemente da sua área de trabalho”, por exemplo digitais, no âmbito de línguas estrangeiras ou da higiene e segurança no trabalho.

As formações têm “um custo 0 para as pessoas e para as empresas”, sendo os custos suportados pelos IEFP, nomeadamente do espaço onde decorrem, destaca, sendo que este recorre “à contratação de formadores externos, nas áreas de formação que é necessário ministrar”.

Desta forma, a formação surge como “uma oportunidade que as empresas têm de puder, através do IEFP e gratuitamente, ter os seus quadros qualificados e atualizados”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31