Vila Vicosa

Francisco Carvalho pede desculpas públicas a Ana Jardim por decisão do Ministério Público (c/som)

Publicado em Regional 05 julho, 2019

Após a sessão extraordinária da Assembleia Municipal de Vila Viçosa, de dia 12 de setembro de 2018, o vereador e deputado do MUC, António Jardim e Francisco Carvalho, ter-se-ão envolvido em agressões físicas. Na origem desta rixa estaria a visão política do dirigente do MUC na vereação do executivo, que desagradava ao deputado municipal.

A Rádio Campanário recorda as declarações que Francisco Carvalho fez posteriormente a esta emissora, onde se insurgiu contra a criação de um posto de trabalho de uma doutora psicóloga, posto esse que viria a ser ocupado pela filha do vereador do MUC António Jardim.

Francisco Carvalho terá colocado em causa o grau académico de Ana Jardim, alegando “falta de cadeiras para atingir o grau a que se pretende”, acrescentando que “a Câmara não vai adquirir uma doutora psicóloga, mas sim criar um tacho a benefício dos interesses do Sr. Jardim”.

A visada nas declarações formalizou uma queixa crime, tendo o processo corrido os trâmites na justiça, e após decisão do ministério público, Francisco Carvalho foi indiciado a apresentar na Rádio Campanário um pedido de desculpas público, onde se pode ler:

“As afirmações que prestei junto da Rádio Campanário no dia 13 de setembro de 2018 mostravam-se de acordo com o que me tinha sido transmitido por fontes que então tinha por verdadeiras”.

“Jamais supus que as mesmas pudessem não estar corretas”.

“Mais afirmo que em momento algum pretendi ofender, difamar ou vexar a Sra. Dra. Ana Jardim”.

“Foi através das investigações feitas no âmbito do Proc. Crime n.º 216/18.3T9VVC no qual assumi a posição de arguido, na sequência da queixa crime que a Sra. Dra. Ana Jardim apresentou contra mim, que tomei conhecimento de que afinal essas informações não se mostravam de acordo com a realidade, nomeadamente e ao que ora importa à Licenciatura em Psicologia de que a Dra. Ana Jardim é afinal possuidora”.

“É essa a verdade que importa aqui restabelecer”.

“Faço-o através da Rádio Campanário, e conforme também tive oportunidade de fazer diretamente junto da Sra. Dra. Ana Jardim no dia 2 de julho de 2019 quando na presença do Ministério Público lhe enderecei um pedido de desculpas”.

“Faço votos para que a Sra. Dra. Ana Jardim tenha sucesso profissional, quer na presente relação profissional que mantém junto da Câmara Municipal de Vila Viçosa, quer noutros projetos que venha a abraçar em contexto contratual idêntico ou até diverso”.

“Dirijo por último, uma palavra de agradecimento à Rádio Campanário, por se ter disponibilizado para este efeito”.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30