Crato

Funcionária da CGD de Crato falsificava assinaturas de idosos e procedia ao levantamento das quantias

Regional 21 Fev. 2020

O Ministério Público junto do Tribunal de Fronteira, requereu o julgamento em 16.02.2020, de uma arguida, pela prática dos crimes de peculato e falsificação.

No essencial apurou-se que, no exercício das suas funções da Agência da Caixa Geral de Depósitos sita no Crato, área desta comarca, a mesma emitiu inúmeros recibos de levantamento, em nome de clientes da Caixa Geral de Depósitos e sobre as contas de depósito à ordem e de poupança da titularidade destes, aí apondo as assinaturas dos respetivos clientes, sem a sua solicitação, conhecimento ou autorização e munida de tais documentos forjados, procedeu ao levantamento em numerário das correspondentes quantias monetárias que tinha aposto nos aludidos recibos de levantamento, apropriando-se destas. Os visados eram idosos.

O processo prossegue agora para julgamento.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Abril 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30