Evora

Gente que resiste! é tema de conversa hoje em Évora!

Regional 07 Dez. 2021

O Palácio de Dom Manuel, na cidade de Évora é o palco escolhido para a abertura da edição 2021/22 de Conversas com Ciência, convidando a historiadora Mafalda Soares da Cunha, professora do departamento de História e investigadora no CIDEHUS, da Universidade de Évora, a apresentar exemplos de insubmissão e revolta no Império Português (1500-1850). Com episódios até então desconhecidos do público, Mafalda Soares da Cunha destaca nesta sessão pessoas de categorias sociais desfavorecidas e discriminadas que participaram nos processos de transformação social, conforme nota de imprensa enviada à nossa redação.

Numa sessão aberta ao público, agendada para o dia 7 de dezembro, pelas 18h, Mafalda Soares da Cunha mostra "Mouriscas na ribeira de Setúbal, escravizados que lideraram revoltas, indígenas a defender as suas visões do mundo, mulheres negras a protestar em Lisboa, aldeias de Goa a rejeitar a cristianização, religiosas a desafiar as autoridades e lutas contra governadores coloniais". Estes são alguns dos exemplos de histórias de resistência aos poderes estabelecidos que ocorreram em vários lugares do império português entre 1500 e 1850.

“A ideia é desocultar três séculos e meio de revoltas, insurreições, motins, desacatos, altercações, levantamentos, fugas que não fizeram História, mas podem abrir caminho para uma melhor compreensão do processo e do desenvolvimento histórico. Estes casos “são o ponto de partida para mostrar como pessoas de categorias sociais desfavorecidas e discriminadas participavam nos processos de transformação social” afirma a historiadora da academia eborense.

Esta é a vigésima quinta Conversa com Ciência, apenas uma das muitas rubricas do Projeto Missão Ciência e Arte, cujo balanço é “muito positivo”, envolvendo mais de 2000 participantes em diversos espaços da cidade.

A anteceder esta Conversa, estarão Ana Costa Freitas, Reitora da Universidade de Évora e  Alexandre Varela, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Évora, que farão o balanço desta iniciativa conjunta, onde será ainda dado a conhecer o programa para o ano letivo de 2021/2022 do projeto Missão Ciência e Arte, a decorrer desde 2016, onde o Conversas com Ciência se insere. Este projeto é uma parceria entre a Universidade de Évora e a Câmara Municipal de Évora, com o objetivo principal de estimular o gosto pela Ciência, pela descoberta e pelo saber. Transmitir o que é a ciência e o que fazem os cientistas, nas mais diversas áreas do saber, das artes às ciências e às letras, tem reunido centenas de participantes, desde o público juvenil, escolar ao público em geral.

Mafalda Soares da Cunha é professora de História Moderna no Departamento de História, Escola de Ciências Sociais, da Universidade de Évora. Doutorada em História pela Universidade de Évora é investigadora no Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades (CIDEHUS). Os seus trabalhos centram-se na história social e institucional de Portugal e do seu império na época moderna, sobre os quais publicou numerosos textos. Entre os seus livros destacam-se "A Casa de Bragança'' (1560-1640), Práticas Senhoriais e Redes Clientelares (Lisboa, 2000), a coautoria, com Leonor Freire Costa, de D. João I (Lisboa, 2008) ou a coordenação de Resistências. Insubmissão e revolta no império português (Lisboa, 2021).

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Janeiro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31