06 Dez. 2021
Augusta Serrano
Notícias
17:00-19:30

Alentejo

GNR de Évora, Beja e Portalegre colaboram em operação que apreende 15 milhões de cigarros e desmantela fábrica clandestina

Regional 26 Jun. 2019

A Unidade de Ação Fiscal, através do Destacamento de Ação Fiscal de Faro, com o apoio dos Comandos Territoriais de Beja, Évora, Faro, Portalegre e Santarém e o patrocíniop da EUROPOL, desencadeou uma operação na zona de Loulé que resultou na detenção de 13 indivíduos, dos quais 12 homens e uma mulher, com idades entre os 30 e os 65 anos, de nacionalidades Polaca, Ucraniana, Romena, Russa e Portuguesa, e na apreensão de tabaco suficiente para introduzir no consumo cerca de 46 milhões de cigarros.

Segundo a GNR a operação, que envolveu 100 militares, resulta de um inquérito que decorre há cerca de meio ano e que tem por objeto a investigação de uma organização criminosa internacional que se dedica à produção e comercialização fraudulenta de tabaco e permitiu desmantelar uma fábrica ilegal de manufaturação de cigarros em larga escala, levando à detenção dos suspeitos responsáveis pela sua operacionalização.

Para o efeito, foi dado cumprimento a 14 mandados, dos quais cinco de detenção, sete de busca domiciliária, um de busca à fábrica de manufaturação ilícita de tabaco e um de busca ao armazém, através dos quais foram apreendidos cerca de 15 milhões e 600 mil cigarros produzidos na fábrica; 17 toneladas de folha de tabaco (daria para produzir cerca de 16 milhões e 800 mil cigarros); 14 toneladas de tabaco triturado (daria para produzir 13 milhões 750 mil cigarros); cinco máquinas utilizadas na trituração de folha de tabaco, manufatura e acondicionamento do tabaco ilicitamente produzido; matérias-primas diversas; seis viaturas; e uma arma de fogo.      

A GNR estima que a fraude e evasão fiscal, gerada pela produção e comercialização do tabaco produzido na referida fábrica, que tinha como destino o Território Nacional e países da União Europeia, seja de montante superior a 9 milhões e 600 mil euros.

Foram ainda constituídos dois arguidos de nacionalidade Grega, com 37 e 60 anos, suspeitos de integrarem este grupo criminoso. Um dos detidos tinha um alerta internacional para efeitos de detenção e entrega ou extradição, através do sistema Schengen.

Os detidos serão presentes hoje, dia 26 de junho, pelas 10h00, no Tribunal de Faro, para 1.º interrogatório judicial e para aplicação de medidas de coação.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31