Imprimir esta página

GNR

GNR faz 1ª patrulha aérea de prevenção a incêndios, passando pelos distritos de Évora e Portalegre (c/vídeo)

Regional 06 Set. 2019

Esta quinta-feira (5 de setembro), a Guarda Nacional Republicana (GNR), com recurso a um helicóptero da Força Aérea Portuguesa (FAP), efetuou a 1.ª Patrulha Aérea de Vigilância e Fiscalização, para a prevenção de Incêndios Florestais.

Ao abrigo da Declaração da Situação de Alerta, até ao dia 8 de setembro, a GNR levará a cabo ações de patrulhamento aéreo, incidindo nos distritos que se encontram em Estado de Alerta Especial, com risco de incêndio muito elevado e máximo, sendo que no Alentejo são os distritos de Évora e Portalegre.

Durante o patrulhamento aéreo realizado ontem, foram controladas situações de trabalhos em espaços florestais e viaturas em zonas isoladas que, em coordenação com equipas terrestres da GNR, através da utilização de comunicações rádio, permitiram a sua abordagem e fiscalização. Por outro lado, este patrulhamento aumentou a capacidade de apoio às operações de combate aos incêndios em curso, com a avaliação de possíveis riscos para áreas residenciais.

Assim, as de ações de patrulhamento e fiscalização aérea da GNR, executadas através de meios da Força Aérea, estarão especialmente focados nas seguintes atividades, as quais são, neste período, proibidas:

·         realização de queimadas e de queimas;

·         acesso, circulação e permanência no interior dos espaços florestais, bem como nos caminhos florestais, caminhos rurais;

·         realização de trabalhos nos espaços florestais, com recurso a motorroçadoras de lâminas ou discos metálicos, corta-matos, destroçadores e máquinas com lâmina ou pá frontal.