Alentejo

"Governo autoriza produtores a abastecerem em pé de igualdade com veículos de emergência", diz Ministro da Agricultura (c/som)

Publicado em Regional 15 agosto, 2019

Iniciada segunda-feira (12 de agosto), a greve dos motoristas de matérias perigosas tem levado o Governo à adoção de várias medidas para garantir o combustível mínimo a todo o país.

A RC falou com Luís Capoulas Santos, Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, para perceber o impacto que a greve pode ter no setor agrícola e quais as soluções disponibilizadas.

O governante afirma que “esta greve ocorre num período muito importante para a agricultura”, uma vez que decorrerem as colheitas de vários produtos, sendo necessário em simultâneo, a realização de “abastecimentos diários para a pecuária” e o “escoamento de produtos”.

“Sendo a greve um direito legítimo, é simultaneamente um grande constrangimento” para as atividades agrícolas
Luís Capoulas Santos

Procurando colmatar os efeitos da greve, o Governo estabeleceu em cada capital de distrito, “um balcão de atendimento para os transportadores” de alguns produtos como os lácteos e “frutas e hortícolas em momento crítico de colheita”.

Desta forma, são passadas a estes produtores “autorizações para abastecer nas bombas prioritárias em pé de igualdade com os veículos de emergência”, tendo sido ainda criada uma plataforma no âmbito da alimentação animal e produtos pecuários que é preciso transportar.

O Ministro da Agricultura conclui, afirmando que “até agora nestes dias de greve, o sistema tem funcionado eficazmente”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30