Grandola

Grândola: Prisão preventiva para filho que, alegadamente, deixou a mãe a morrer à fome

Regional 03 Ago. 2020

Tal como a Rádio Campanário noticiou, a Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Setúbal,fortes indícios da prática do crime de homicídio qualificado. O caso aconteceu no concelho de Grândola. 

A investigação efetuada permitiu apurar que, desde há cerca de dois anos, o presumível autor, mantinha a vítima, sua progenitora, com 82 anos de idade, fechada em casa e confinada ao quarto de dormir, privada de alimentos, bebida e cuidados de saúde, assistindo impávido ao degradar do seu estado, até à falência total dos órgãos vitais e consequente morte, no passado sábado.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, para aplicação das medidas de coação processual tidas por adequadas.

Segundo noticiou, entretanto, o jornal Correio da Manhã, o suspeito ficou em prisão preventiva, depois de ter deixado “a mãe idosa morrer à fome”.

O alerta da morte terá sido dado pelo filho na tarde de sábado, refere o mesmo jornal, acrescentando que os indícios apontam “para que a mulher já estivesse morta há mais de 24 horas”.
 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30