15 Nov. 2019
 

Alentejo

Greves na saúde adiam consultas e cirurgias no Alentejo

Regional 03 Jul. 2019

A greve nacional dos médicos está a provocar no Alentejo o adiamento de consultas e cirurgias em hospitais e centros de saúde da região. 

 

Segundo os dados divulgados pelo Sindicato Independente dos Médicos (SIM), na região Alentejo a greve ronda os 90 a 95%. 

 

Em termos hospitalares o Hospital de Portalegre apresenta 93% de paralisação de clínicos, o Litoral Alentejano 92%, o Hospital de Évora 90%, o Hospital de Elvas 89% e Beja com 85%. 

 

Em termos de blocos operatórios a paralisação é quase total, estando apenas em funcionamento as salas destinadas a urgências. 

 

Segundo fonte sindical, verifica-se também o adiamento de consultas em centros de saúde. 

 

A greve dos médicos teve início hoje às 00:00 e termina às 24:00 de quarta-feira, convocada no primeiro dia pelo SIM e no segundo pela Federação Nacional dos Médicos.  

 

De entre as exigências destaca-se o pedido para que todos os utentes tenham médico de família, a redução das listas de espera. 

 

Lembramos que os enfermeiros através do Sindepor, iniciaram greve de quatro dias, terminando apenas na sexta feira.

 

Os médicos exigem que todos os portugueses tenham médico de família, lutam pela redução das listas de utentes dos médicos e por mais tempo de consultas, querem a diminuição do serviço em urgência das 18 para as 12 horas, entre várias outras reivindicações, que passam também por reclamar que possam optar pela dedicação exclusiva ao serviço público.  

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Novembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30