Terena

Guarda prisional encontrado morto na prisão de Grândola era natural de Terena (Alandroal)

Publicado em Regional 28 novembro, 2018

O guarda prisional encontrado sem vida na tarde desta quarta-feira (28 de novembro), no Estabelecimento Prisional Pinheiro da Cruz em Grândola, era natural e residente em Terena, concelho de Alandroal.

Luís Filipe Mendonça tinha 30 anos e era solteiro.

Segundo se pode ler nas redes sociais dos Boinas Verdes e Pára-quedistas, ex-camaradas do antigo paraquedista, Luís Mendonça terá eventualmente cometido suicídio. 

A Rádio Campanário endereça as mais sentidas condolências à família.

Recorde-se que, como noticiado esta tarde pela RC, Luís Filipe Mendonça foi encontrado sem vida morto esta quarta-feira, dia 28 de novembro, nas torres de vigilância do Estabelecimento Prisional Pinheiro da Cruz, em Grândola, segundo notícia avançada pelo Correio da Manhã. A PJ encontra-se a investigar o caso.

O guarda estava de serviço na torre e iria ser rendido por um colega que o encontrou já cadáver. O homem tinha sido aluno no mais recente curso de formação de guardas prisionais e estava naquele serviço há menos de um ano, pelo que o Correio da Manhã conseguiu apurar.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Março 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31