17 setembro, 2019
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00

Estremoz

Herdade das Servas alarga portefólio e vinho estreante conquista 'Medalha de Ouro'

Publicado em Regional 02 junho, 2019

A família Serrano Mira – proprietária da Herdade das Servas (Estremoz), no Alentejo, e da Casa da Tapada, na região dos Vinhos Verdes – acaba de alargar o seu portefólio de vinhos alentejanos, com a estreia de dois monocastas, um branco de Arinto e um rosé de Touriga Nacional, ambos da colheita de 2018 e com a garantia de qualidade superior.

Um Arinto fresco e mineral já galardoado com 'Medalha de Ouro'

O ‘Herdade das Servas Arinto branco 2018’ é feito a partir da casta branca mais plantada em Portugal e com manifesta apetência a solo. O trabalho na vinha e na adega resultaram num vinho límpido, de cor citrina, com aromas de maçã verde, lima, limão e subtil nota tropical. Na boca é fresco, cítrico, mineral e cheio, aspectos típicos da casta. O final de boca é elegante e persistente. 

No que toca à vinificação, as uvas foram desengaçadas, esmagadas e, posteriormente, prensadas em prensa pneumática com proteção de oxidações. Depois de decantação estática, durante 48 horas, a fermentação alcoólica teve lugar em cubas de inox com controlo de temperatura e o estágio sur lies, durante três meses. Um vinho que não estagiou em madeira, mas que se adivinha longevo.  

Uma estreia que já enverga uma ‘Medalha de Ouro’, ganha no Concurso Vinhos de Portugal, o primeiro concurso a que se propôs e que, por sinal, distingue o 'Melhor de Portugal'.

Touriga Nacional num rosé elegante e seco

Com origem na casta bandeira de Portugal, o ‘Herdade das Servas Touriga Nacional rosé 2018’ é um vinho límpido, de cor salmão pálido. Na prova sobressaem os aromas de framboesa, groselha e cereja, e notas florais características da casta. Um rosé frutado, fresco, mineral e seco, com um final de boca elegante e persistente, características que lhe conferem uma longevidade até uma dezena de anos.

Depois de desengaçadas e submetidas a prensagem em prensa pneumática com proteção de oxidações, o mosto que deu origem a este néctar foi alvo de decantação estática durante 48 horas. A fermentação alcoólica decorreu em barricas de carvalho francês de 3.º ano, em parte, mas também em cubas de inox com controlo de temperatura. O estágio, sur lies e durante três meses, deu a elegância a este vinho.

Fica a recomendação da harmonização do ‘Herdade das Servas Arinto branco 2018’ com pratos de marisco, peixe, saladas e carnes brancas e do ‘Herdade das Servas Touriga Nacional rosé 2018’ com massas, sushipizzas, mas também saladas.

INFORMAÇÃO TÉCNICA

Herdade das Servas Arinto branco 2018 . Vinho Regional Alentejano

PVP: €9,50 • Álc.: 13,0% • Acidez Total: 7,1 g/l • Açúcar Residual: 0,6 g/l • pH: 3,20

Herdade das Servas Touriga Nacional rosé 2018 . Vinho Regional Alentejano

PVP: €9,50 • Álc.: 11,5% • Acidez Total: 6,8 g/l • Açúcar Residual: 0,3 g/l • pH: 3,16 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30