Imprimir esta página

Beja

Hospital de Beja nega ter enviado divida de 25000€ a família de forcado falecido durante pega

Regional 15 Abr. 2019

Depois das notícias que tem vindo a público sobre uma suposta dívida de 25000 € enviada pelo Hospital de Beja para a família de Pedro Pinto, forcado dos amadores de Cuba falecido após colhida a 6 de setembro de 2017, a Rádio Campanário procurou saber mais informações junto do Hospital de Beja.

Segundo fonte hospitalar "não foi enviada nenhuma dívida" aos familiares de Pedro Pinto. O Hospital de Beja refere também desconhecer os motivos que terão levado a mãe de Pedro Pinto a proferir tais declarações.

A Campanário lembra que Pedro Pinto, forcado dos Amadores de Cuba, foi colhido no passado dia 6 de setembro de 2017 durante uma pega de caras, tendo sido de imediato transportado para o Hospital de Beja, mais tarde foi transferido para o Hospital Curry Cabral em Lisboa onde viria a falecer devido a lesões graves no fígado.