Alentejo

Hospital de Évora falha meta de pagamento a fornecedores em 2017

Regional 03 maio 2018

Apenas um dos quatro hospitais do Alentejo cumpriu, no ano de 2017, as metas para redução dos prazos de pagamento de dívidas a fornecedores, segundo documento com os “prazos médios de pagamento” de várias instituições públicas, uúblicado pelo Governo.

Segundo o documento, o Hospital do Espirito Santo em Évora e as Unidades Locais de Saúde do Norte e Litoral Alentejano não cumpriram o prazo objetivado para 2017, tendo ambos agravado o prazo quando comparado com o último trimestre de 2016.

Destas três unidades, a mais gravosa é o Hospital de Évora, que demorou 178 dias (144 em 2016) para efetuar os pagamentos, seguindo-se o Norte Alentejano que demorou 103 dias (91 em 2016) e a situação menos gravosa está no Litoral Alentejano, que demorou 54 dias (43 em 2016) para efetuar os pagamentos no último trimestre do ano passado.

No Alentejo, apenas a Unidade de Saúde do Baixo Alentejo cumpriu a meta, tendo reduzido o prazo de pagamento de 277 dias, registado em 2016, para 233 no final do ano de 2017. Esta redução faz com que esta unidade de saúde alentejana seja um dos 3 hospitais públicos que cumpriu as metas estipuladas pelo Governo.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Junho 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30