Evora

Investigador da Universidade de Évora ganha prémio europeu de ciência ecológica

Publicado em Regional 14 novembro, 2018

O investigador da Universidade de Évora Miguel Bastos Araújo, especializado nos impactos das alterações climáticas, foi esta segunda-feira (12 de novembro) galardoado com o Prémio Ernst Haeckel 2019, atribuído pela Federação Ecológica Europeia (EEF), anunciou a academia alentejana.

Segundo a Universidade de Évora (UÉ), o investigador ficou "profundamente honrado" com a atribuição deste prémio, que homenageia Ernst Haeckel, "o biólogo, naturalista, filósofo, médico, professor, biólogo marinho e artista alemão que descobriu, descreveu e nomeou milhares de novas espécies".

De acordo com a EEF, o investigador do CIBIO-inBIO (Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos - Rede de Investigação em Biodiversidade e Biologia Evolutiva) é "um líder mundial no estudo dos efeitos das alterações climáticas na biodiversidade", considerando "crucial" a sua investigação, desenvolvida no âmbito de redes em Portugal, na Dinamarca e em Espanha, para definir as melhores práticas para a modelação das alterações da biodiversidade, através do tempo e do espaço, e para avaliar as consequências das atividades humanas na natureza.

O galardão, atribuído de dois em dois anos a um ecologista sénior, vai ter lugar em Lisboa, no âmbito do 15.º Congresso da EEF, a realizar entre os dias 29 de julho e 02 de agosto de 2019.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31