Castro Verde

Investimento de 260 milhões de euros avança apesar das greves nas minas em Castro Verde

Publicado em Regional 21 março, 2018

A concessionária da mina de Neves-Corvo, em Castro Verde, retomou o projeto da exploração do Zinco estimado em 260 milhões de euros de investimento, após ter sido suspenso devido à instabilidade laboral na Somincor.

Foi a 19 de janeiro que as “perturbações laborais ocorridas no último trimestre de 2017 e a possibilidade de ocorrência de novas greves no primeiro trimestre de 2018” levaram a empresa a adiar aquela expansão.

A informação da expansão do Zinco foi divulgada por Kenneth Norris, o novo administrador-delegado da empresa, que defende tratar-se de um dos maiores investimentos feitos no país.

A retoma do investimento surge a uma semana de uma nova greve convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores da Industria Mineira, que reivindicam melhores condições laborais, antecipação da idade da reforma dos funcionários das lavarias, progressão nas carreiras e a revogação das alterações na política de prémios.

(Foto: NUNO VEIGA/LUSA)

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Julho 2018 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31