18 maio 2022
Augusta Serrano
Notícias
17:00-19:30

IPMA prevê agravamento da seca "muito provável" em Portugal continental

Regional 27 Jan. 2022

seca meteorológica que se iniciou em todo o território em novembro de 2021, mantém-se e agravou-se à data de 25 de Janeiro de 2022 no território continental.
Verificou-se, em relação a dezembro, um aumento significativo da área e da intensidade da situação de seca, estando todo o território em seca, com 1% em seca fraca, 54% em seca moderada, 34% em seca severa e 11% em seca extrema (Figura 1).

Comparação com igual período de 2005

O grau de severidade da seca meteorológica é ligeiramente inferior em comparação com a situação em final de janeiro de 2005 (seca mais intensa desde 2000) e em 2005, onde também todo o território se encontrava em seca meteorológica, mas com maior percentagem nas classes de seca severa e extrema (22% em seca extrema, 53% em seca severa e 25% em seca moderada).

Evolução da Situação Meteorológica

Desde o início do corrente ano hidrológico (outubro de 2021) que se regista no território valores de precipitação inferiores ao valor normal (1971-2000), sendo de salientar os meses de novembro e janeiro (até dia 25) muito secos (Figura 2).
Os valores totais de precipitação entre 1 e 25 de janeiro de 2022, são muito inferiores ao normal, com percentagens inferiores a 25% do valor médio. De realçar que janeiro, tendo em conta as previsões para a precipitação a curto prazo, deverá situar-se entre os três janeiros mais secos dos últimos 20 anos.
Considerando o ano hidrológico, desde 1 de outubro até 25 de janeiro, o valor acumulado de precipitação apresenta um défice de -255 mm (45% em relação ao valor normal) - (Figura 3).
O índice de percentagem de água no solo (SMI) apresenta uma diminuição significativa em relação ao final de dezembro em todo o território, salientando-se os valores inferiores a 20% na região Nordeste e na região Sul, sendo que em muito locais dessas regiões já se atingiu o ponto de emurchecimento permanente (Figura 4). O ponto de emurchimento permanente (θce) traduz-se no valor máximo do teor volúmico de humidade de um solo já não utilizável pelas plantas (quantidade de água existente na zona das raízes das plantas a partir da qual a planta não consegue recuperar a turgidez).

Antevisão da Situação Meteorológica

Numa antevisão da situação meteorológica, não se prevê a ocorrência de precipitação significativa até ao dia 3 de fevereiro. Em relação à temperatura do ar, esta apresenta uma ligeira tendência para subida a partir de dia 31 janeiro.
Segundo a previsão a médio e longo prazo, a interpretação das previsões do Multisistema-C3S e do modelo do Centro Europeu de Previsão a Médio Prazo, mostra uma tendência para que durante o mês de fevereiro a precipitação total acumulada seja inferior ao normal em praticamente todo o território.
Chama-se, porém, a atenção de que as previsões meteorológicas de médio e longo prazo assumem um carácter probabilístico, não podendo, por isso, ser admitidas com elevado grau de rigor determinístico e devendo ser continuamente revistas.

Cenários de Evolução

De acordo com as previsões meteorológicas será muito provável o agravamento da situação de seca meteorológica no final de fevereiro, em todo o território do continente.
De referir que, para a situação de seca diminuir significativamente ou mesmo cessar no mês de fevereiro, seria necessário que nas regiões do Norte e Centro ocorressem quantidades de precipitação superiores a 200/250 mm e na região Sul superiores a 150 mm, situação que somente ocorre em 20% dos anos.

 

 Fonte: IPMA

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Maio 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31