Avis

“Já estava previsto e não há verdade nenhuma na polémica levantada em torno do Posto da GNR de Avis”, diz Comandante Territorial (c/som)

Publicado em Regional 18 junho, 2019

Segundo avançado pela comunicação social, no final de maio a GNR terá sido despejada do Posto de Avis, pelo proprietário de imóvel, que alegadamente se fartou de esperar pelo prometido novo quartel.

A Campanário falou com o Coronel Joaquim Vivas, Comandante Territorial de Portalegre da GNR, que declara que “não há verdade nenhuma nessa especulação”.

Não confirmando a situação de despejo, afirma que a transferência da GNR de Avis “já estava prevista” e “foi planeada com a Câmara Municipal”, encontrando-se “em termos transitórios” num edifício cedido pela autarquia.

“Já estava previsto, foi tudo acordado, não há polémica absolutamente nenhuma”
Coronel Joaquim Vivas

 

“Estamos a aguardar que se conclua a obra do novo quartel da GNR em Avis para transferir para lá os militares”, e oferece-lhe “melhores condições do que as que tínhamos”.

Questionado sobre possíveis datas de inauguração, remete para o Governo, declarando que para GNR “ontem, era tarde”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Julho 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31